Veiga explica estilo de Andrey Lopes e fala sobre preferência como meia-atacante: "Gosto de chegar na área"

São Paulo, SP

22-10-2020 14:49:05

O Palmeiras encerrou a sequência negativa de quatro derrotas consecutivas ao golear o Tigre, da Argentina, na quarta-feira, pela Libertadores. O resultado garantiu ao Alviverde a melhor campanha geral da fase de grupos da competição, com 16 pontos e 15 gols de saldo.

Um dos destaques da goleada no Allianz Parque foi o meia Raphael Veiga, autor do gol que abriu o placar. O camisa 23 do Palmeiras é famoso pela sua versatilidade, mas atuou como um meia-atacante durante a partida, posição preferida do jogador.

"Eu, desde que comecei, do meio para frente, já joguei em várias posições. Ponta esquerda, meia pela esquerda ou meia pela direita. Com o Diniz (atual técnico do São Paulo que comandou Veiga em 2018, no Athletico-PR) cheguei a jogar de volante. Então faço um pouco de cada função, mas prefiro ser meia sozinho como 10 ou um meia mais solto. Gosto de chegar na área, vendo onde posso infiltrar, como elemento surpresa, então prefiro mais centralizado com liberdade", disse Veiga ao Sportv nesta quinta-feira.


Nos últimos dois jogos, contra Tigre e Fortaleza, o Palmeiras foi comandado pelo técnico interino Andrey Lopes, que seguirá à frente da equipe até a contratação de um novo treinador para substituir Vanderlei Luxemburgo. Veiga elogiou Andrey e afirmou que não existe explicação para as derrotas recentes.

"O Andrey (Lopes) é auxiliar da casa. Ele fica mais próximo dos jogadores, procura conversar com todos, pedindo até opiniões dos jogadores.  A gente sabe que não tem tanto tempo, é um jogo atrás do outro", afirmou.

"Não tem uma explicação para perdermos os jogos, é fase. Fase boa passe, ruim passa, a atual vai passar. Em relação ao professor Vanderlei, a diretoria achou melhor (a mudança) por não atingirmos os resultados. Agora ficou para trás, estão vendo o que é melhor, estamos na expectativa. Enquanto o Andrey estiver aí, estamos respeitando e comprando a ideia", completou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Por fim, Raphael Veiga voltou a falar sobre o futuro treinador alviverde. O meia repetiu o discurso que teve após a partida contra o Tigre, mas também comentou sobre Miguel Ángel Remírez, técnico do Independiente del Valle que foi procurado pelo Palmeiras.

"A gente, ali no Palmeiras, não conversa sobre isso (novo técnico), por incrível que pareça. É um assunto da diretoria, do presidente. Meus amigos palmeirenses ficam perguntando quem que vai vir, mas eu não sei, não fico por dentro disso. Não cabe a mim decidir", reiterou.

"Eu assisti o jogo contra o Flamengo, que eles (Independiente del Valle) ganharam. Mas lógico que naquela época não estavam falando disso ainda, então a gente acaba assistindo o jogo, mas não com um olhar técnico. Deu para perceber que era um time bem montando, tinha uma filosofia e uma proposta de jogo, ficavam bastante com a bola", finalizou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Palmeiras?