Copa do Brasil

Allianz Parque | 10/7/2019 - 21:30

Futebol/Copa do Brasil

Palmeiras vence o Inter e fica a um empate das semis da Copa do Brasil

José Victor Ligero - São Paulo , SP
10/07/2019 23:24:41 — 11/07/2019 15:24:59

Em: Copa do Brasil, Escolha do editor, Futebol, Internacional, Palmeiras

O Palmeiras se aproximou de uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil durante a noite desta quarta-feira. Em um Allianz Parque com mais de 36 mil torcedores, o time de Luiz Felipe Scolari jogou ao seu melhor estilo e, com uma atuação segura, dominou e venceu o Internacional por 1 a 0, com gol de Zé Rafael.

Com o resultado, o Palmeiras ganha o benefício de jogar pelo empate no duelo de volta das quartas de final, marcado para a próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Beira-Rio. Para se classificar, o Inter precisa de uma vitória por dois ou mais gols de diferença. Em caso de vitória simples, o time gaúcho força a disputa por pênaltis.

Antes da decisão em Porto Alegre, o Palmeiras tem um clássico pela frente: no sábado, às 19 horas, o rival é o São Paulo, no Morumbi, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, do qual o Verdão é líder. O Inter, por sua vez, visita o Athletico-PR no domingo, às 16 horas, na Arena da Baixada.

O Jogo – O primeiro tempo foi de um time só. Após um início truncado, o Palmeiras foi tomando conta das principais ações ofensivas e não demorou a abrir o placar. Aos 19 minutos, após a zaga do Inter afastar escanteio cobrado pela esquerda, Bruno Henrique pegou o rebote na direita e cruzou na medida para Zé Rafael testar firme na primeira trave, sem chances de defesa para Marcelo Lomba.

O Inter tentou responder rápido. Aos 22, Nico López recebeu na intermediária e chutou com força. Foi a única vez que Weverton precisou trabalhar bem na primeira etapa. Com Paolo Guerrero neutralizado, o Verdão levava perigo nos contra-ataques. Um deles nasceu com Zé Rafael, que roubou a bola de Bruno na esquerda, tabelou com Deyverson e bateu para fora.

Aos 42, Dudu quase marcou um gol de placa: após Bruno Henrique carimbar a barreira colorada em cobrança de falta, o camisa 7 pegou de primeira e mandou rente à trave esquerda de Lomba. No último lance, Luan quase ampliou, mas cabeceou fraco e facilitou a vida do goleiro rival.

Em busca de um segundo tempo diferente, o Inter voltou com D’Alessandro no lugar de Nonato, que pouco incomodou na primeira etapa. Mas quem seguia tendo as melhores chances era o Palmeiras. Em dez minutos, Zé Rafael e Dudu, duas vezes, levaram perigo à meta defendida por Marcelo Lomba.

Para se ter uma ideia de como o Inter pouco ameaçava, Weverton só voltou a ter trabalho aos 22 minutos, quando Nico López chutou fraco da entrada da área. No lance seguinte, o Palmeiras teve grande chance de ampliar, mas Deyverson errou passe fácil em contra-ataque de dois contra um, e a bola não chegou em Lucas Lima, que estava livre.

Para reforçar a marcação no meio-campo, Felipão colocou Thiago Santos no lugar de Felipe Melo, que tinha cartão amarelo. Embora tenha ficado mais fechado, o Palmeiras seguia melhor e quase ampliou em uma linda jogada de Bruno Henrique, que foi travado na hora do chute. Ainda deu tempo de Willian entrar na vaga de Zé Rafael e voltar a jogar após sete meses, período em que ficou afastado por causa de uma cirurgia no joelho.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 X 0 INTERNACIONAL

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 10 de julho (quarta-feira)
Horário:  21h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa-GO)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG) auxiliado por Elmo Alves Resende Cunha (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Público: 36.443 torcedores
Renda: R$ 2.414.083,15
Cartão Amarelo: Felipe Melo e Luan (Palmeiras); Víctor Cuesta e Rafael Sóbis (Internacional)
Cartão Vermelho: –
Gol:
PALMEIRAS: Zé Rafael, aos 19 minutos do 1º tempo

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique e Lucas Lima (Raphael Veiga); Dudu, Zé Rafael (Willian) e Deyverson
Técnico: Felipão

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel, Rodrigo Dourado, Edenílson e Nonato (D’Alessandro); Patrick, Nico López (Rafael Sóbis) e Paolo Guerrero (Guilherme Parede)
Técnico: Odair Hellmann




  • BEPA

    DEVERSON LUTOU DEMAIS EM CAMPO, SE DOOU O MÁXIMO , MAS TECNICAMENTE É MUITO FRACO, SE O PALMEIRAS TEM UM CENTROAVANTE DE ALTO NÍVEL TERIA MATADO O JOGO JÁ NA IDA, MAS NO GERAL O PALMEIRAS JOGOU MUITO BEM CONTRA UMA GRANDE EQUIPE DO FUTEBOL BRASILEIRO

  • Chico Guru

    Ué, cade aqueles 0tários que criticaram o verdão pela derrota no AMISTOSO contra o Guarani? Amistoso é amistoso, seus lerdos, na hora do vamos ver é verdão na cabeça !

Escalação
Palmeiras

Weverton


Marcos Rocha


Luan


Gustavo Gómez


Diogo Barbosa


Bruno Henrique


Felipe Melo


Lucas Lima


Zé Rafael


Deyverson


Dudu


Raphael Veiga


Thiago Santos


Willian


Tec - Luiz Felipe Scolari
Internacional

Marcelo Lomba


Bruno


Rodrigo Moledo


Víctor Cuesta


Uendel


Edenilson


Rodrigo Dourado


Patrick Nascimento


Gustavo Nonato


Paolo Guerrero


Nico López


D'Alessandro


Rafael Sóbis


Guilherme Parede


Odair Hellmann - Tec

Posse de bola

68%
32%
Corinthians
Santos
999
Corinthians

Passe

999
Santos
999
Corinthians

Finalização

999
Santos
999
Corinthians

Cruzamento

999
Santos
999
Corinthians

Desarme

999
Santos

Faltas

24
COR
×
15
SAN

Impedimentos

24
COR
×
15
SAN

Cartões amarelos

24
COR
×
15
SAN

Cartões vermelhos

24
COR
×
15
SAN

Estatísticas de jogadores

Corinthians

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner

Santos

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
Estatísticas de jogadores
×
Quer receber notícias do Palmeiras?