Há 22 anos, Flamengo bateu Palmeiras em final continental e impediu alívio após revés em Tóquio

Bruno Ceccon - São Paulo,SP

17-11-2021 05:00:29

A partir das 17 horas (de Brasília) de 27 de novembro, no Estádio Centenário, Palmeiras e Flamengo disputarão a decisão da Libertadores. Na primeira final continental entre os dois rivais, o time carioca conquistou a Copa Mercosul 1999 e impediu um alívio para o adversário após a recente derrota no Mundial de Clubes.

Ganhador da Libertadores, o Palmeiras acabou superado pelo Manchester United na decisão intercontinental, disputada em Tóquio. De volta ao Brasil após a decepção no Japão, o time alviverde ganhou do San Lorenzo e garantiu a classificação à final da Mercosul.

No primeiro jogo, disputado no Maracanã, o Flamengo venceu o então campeão do torneio por 4 a 3. O placar estava empatado até os 39 minutos da etapa complementar, quando Reinaldo assegurou o triunfo do time rubro-negro e a vantagem na briga pelo título.


Para forçar a realização de uma terceira partida, o Palmeiras precisava ganhar no Palestra Itália, mas houve empate por 3 a 3. Aos 38 minutos do segundo tempo, Lê marcou o gol do título e, menos de um mês após a derrota no Japão, fez a torcida alviverde amargar mais um vice.

Na edição do dia 21 de dezembro de 1999, o jornal A Gazeta Esportiva criticou a atuação do juiz Luciano Augusto de Almeida na partida decisiva. "Árbitro acaba com o Palmeiras", titulou o diário. "Pênalti não marcado e gol irregular do Fla tiraram o bi do Verdão e colocaram o time de férias”, noticiou.

No mês de maio do mesmo ano, em uma virada emocionante, o Palmeiras superou o Flamengo nas quartas de final da Copa do Brasil com um histórico triunfo por 4 a 2. Nos minutos finais, Euller marcou duas vezes e selou a eliminação do time rubro-negro.

Deixe seu comentário