Galiotte vê chance de perder jovem talento para o exterior e diz que faltou construir hotel para base

São Paulo, SP

06-12-2021 05:00:04

A base do Palmeiras vem trazendo bons frutos para o clube nos últimos anos. Nomes como Patrick de Paula, Danilo, Wesley e Gabriel Menino participaram ativamente de conquistas recentes da equipe alviverde. Em entrevista ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, o presidente Maurício Galiotte não escondeu a possibilidade de perder jovens talentos para times do exterior.

''Isso pode acontecer. Disse há um tempo que, o que pudesse fazer para segurar os garotos no clube, para eles ajudarem o Palmeiras a ser campeão, eu faria. Tivemos propostas no passado, seguramos eles, o que de certa maneira pode ser considerado um reforço. O torcedor avalia a contratação, mas, se você conseguir manter o seu grupo, ele segue fortalecido. Poucos acreditavam no bi da Libertadores, mas nós acreditamos. Comissão técnica, diretoria, elenco. Em um determinado momento, nós falamos: 'Este é o grupo, a nossa confiança é neste grupo'. Isso foi tratado com o Abel e com os jogadores'', contou.

Com o mandato chegando ao fim, Galiotte avaliou seus anos na presidência do clube. Questionado sobre o que faltou fazer ao longo da gestão, ele citou a construção de um hotel para as categorias de base, algo que considera prioridade para o futuro do Palmeiras.

''Faltou fazer um hotel nas categorias de base. Nós temos o projeto, trabalhamos muito nessa direção, mas não conseguimos fazer a tempo. O projeto existe, existe um tramite burocrático. Eu acho que o Palmeiras tem que fazer no próximo período ou no outro, temos que tratar como prioridade. O clube hoje tem um investimento grande na base. Está estruturado, é equilibrado financeiramente. Tem sucesso esportivos, ótimos processos de trabalho, ótimos profissionais. Nós nos entregamos ao máximo para fazer o que podíamos para todos os funcionários na pandemia. O Palmeiras tem seus valores e princípios preservados. A gente precisa de uma estrutura das categorias de base para continuarmos como destaque no futebol brasileiro por muitos e muitos ano'', disse.

A partir do dia 15 de dezembro, Leila Pereira inicia seu mandato como presidente do Palmeiras. Maurício Galiotte deixará o cargo com duas conquistas da Libertadores, um Brasileirão, uma Copa do Brasil e um Paulistão.

Às 19 horas (de Brasília) desta segunda-feira, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras entra em campo para enfrentar o Athletico-PR, na Arena da Baixada. O time alviverde deve ser comandado por Paulo Victor Gomes, técnico do time sub-20.


Deixe seu comentário