Gazeta Esportiva

Felipão vê prejuízo por lesão de Felipe Pires e admite time apático

São Paulo, SP

17/02/19 | 20:45 - 17/02/19 | 21:57


Na visão do técnico Luiz Felipe Scolari, a lesão do atacante Felipe Pires prejudicou significativamente o Palmeiras no empate sem gols contra a Ferroviária. Ao analisar o confronto disputado neste domingo, o treinador admitiu momentos de apatia do time alviverde no Estádio da Fonte Luminosa.

Escalado como titular, Carlos Eduardo teve mais uma atuação decepcionante e perdeu uma chance clara durante o primeiro tempo ao cabecear para fora bola cruzada por Dudu. Colocado no intervalo, Felipe Pires entrou bem, mas deixou o campo aos nove minutos após entrada de Anderson Uchoa e foi substituído por Ricardo Goulart.

“Ele entrou bem. Já tinha feito duas jogadas alternando o lado direito de fora para dentro com boa qualidade, causando problemas. E, aí, sofreu a lesão. Tivemos que modificar novamente a ideia de jogo e apostar em 40 minutos para o Goulart, o que não era a intenção”, explicou Felipão.

Pouco depois de entrar em campo, o estreante Goulart deixou Borja na cara do gol, mas o colombiano bateu fraco e o goleiro Tadeu defendeu. Os últimos minutos do segundo tempo foram de poucas emoções, com o Palmeiras praticamente sem inspiração no gramado.

“Não vi a intenção do rapaz de lesionar o jogador do Palmeiras. Foi um acidente de futebol, mas mudou e a gente teve alguma dificuldade, um pouco de apatia, um pouco de lentidão. Algumas coisas, temos que corrigir bem corrigidas para os próximos jogos”, reconheceu Felipão.

Com 14 pontos ganhos, dois a mais do que o Novorizontino, o Palmeiras permanece instalado na primeira colocação do Grupo B do Campeonato Paulista. Pela oitava rodada, o time alviverde volta a campo para o clássico contra o Santos às 19 horas (de Brasília) de sábado, no Allianz Parque.

Deixe seu comentário