Com gol de Oliveira, Santos bate Palmeiras e mantém perseguição

Bruno Ceccon - São Paulo, SP
30/09/2017 20:55:05 — 01/10/2017 23:21:04

Em: Brasileiro Série A, Futebol, Palmeiras, Santos
No 1000º clássico da história do Palmeiras, Santos ganhou pela primeira vez na arena (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

O Santos defendeu a segunda posição do Campeonato Brasileiro com sucesso na noite deste sábado. No Estádio Palestra Itália, com um gol do centroavante Ricardo Oliveira, o time alvinegro ganhou do Palmeiras por 1 a 0, mantendo a perseguição ao líder Corinthians.

Com 47 pontos ganhos, o Santos encurta provisoriamente para sete a vantagem do Corinthians, que enfrenta o Cruzeiro às 16 horas (de Brasília) deste domingo, no Mineirão. Já o Palmeiras segue com os mesmos 43 pontos, no quarto lugar do Campeonato Brasileiro.

Pela 27ª rodada, às 17 horas de 12 outubro, o Santos pega a ameaçada Ponte Preta, no Estádio Moisés Lucarelli. Às 21 horas do mesmo dia, o Palmeiras duela com o Bahia, mais um time em situação delicada, no Pacaembu, já que o Palestra Itália estará indisponível por conta de eventos musicais.

O Jogo – A chuva que castigou a região da arena palmeirense durante a noite deste sábado comprometeu a parte do gramado mais próxima aos bancos de reservas, na qual os atletas tinham dificuldades para conduzir a bola. O primeiro tempo do clássico foi disputado, mas com poucas chances de gol.

A melhor jogada de ataque do Palmeiras durante a etapa inicial diante do Santos foi um chute de longa distância. Após cobrança de escanteio de Dudu pela esquerda, a zaga alvinegra afastou. Jean aproveitou a sobra e bateu de fora da área, à direita da meta de Vanderlei.

Já o Santos levou perigo durante os acréscimos do primeiro tempo. Daniel Guedes invadiu a área pela direita e cruzou. Após vacilo de Luan e Jean, a bola sobrou para finalização de Ricardo Oliveira, mas o experiente Fernando Prass conseguiu salvar com o pé.

Durante o intervalo, funcionários da arena palmeirense usaram um equipamento para tentar melhorar as áreas do gramado mais comprometidas pelo acúmulo de água. A chuva continuou, e Cuca voltou para o segundo tempo com Thiago Santos no lugar de Zé Roberto, deslocando Tchê Tchê para a lateral esquerda.

Pouco depois de Guerra substituir Jean, Moisés recebeu pela direita e cruzou. Deyverson furou na primeira trave e Dudu também não conseguiu completar na segunda. O Palmeiras cresceu no jogo e, empurrado pela torcida, partiu em busca da vitória.

Jogando de maneira cirúrgica, o Santos aproveitou um de seus poucos ataques no segundo tempo para decidir o jogo. Aos 30 minutos, Bruno Henrique recebeu pela esquerda e cruzou para cabeçada certeira de Ricardo Oliveira. Desesperado em busca do empate, o Palmeiras perdeu sua última chance com Dudu após lançamento de Juninho.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 x 1 SANTOS

Local: Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 30 de setembro de 2017, sábado
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido R. de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Renda: R$ 2.760.716,34
Público: 37.527 pagantes
Cartões amarelos: Luan, Mayke e Fernando Prass (PAL); Matheus Jesus, Jean Mota, Zeca, Alisson e Bruno Henrique (SAN)
Gol:
SANTOS: Ricardo Oliveira, aos 30 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Luan, Juninho e Zé Roberto (Thiago Santos); Tchê Tchê, Jean (Guerra), Moisés e Dudu; Willian (Borja) e Deyverson
Técnico: Cuca

SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Matheus Jesus e Jean Mota (Serginho); Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira (Kayke)
Técnico: Levir Culpi