Futebol/Copa São Paulo

Na estreia da Copinha, Inter vence Boavista-RJ por 2 a 0

Do correspondente Eduardo Bertuol - Rio Grande do Sul , RS
04/01/2018 18:09:42 — 04/01/2018 18:18:41

Em: Copa São Paulo de Juniores, Futebol, Internacional

O Internacional iniciou com vitória a busca pelo pentacampeonato da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Na tarde desta quinta-feira, o time gaúcho venceu o Boa Vista-RJ pelo placar de 2 a 0, no estádio Brenão, em Osvaldo Cruz. Os gols da partida foram marcados por Netto e Brenner.

O resultado coloca o Colorado na liderança do Grupo 6, com três pontos. O Boavista-RJ é o lanterna da chave, sem pontuar. O Capital-TO e o Osvaldo Cruz dividem a segunda colocação com um ponto.

O JOGO

O Internacional começou o jogo pressionando o Boavista-RJ. Logo aos 7 minutos, Brenner recebeu na entrada da área adversário, girou o corpo e concluiu com força. A bola explodiu na trave e saiu para lateral.

Após falha da defesa do Colorado, o Boavista-RJ quase marcou o primeiro tento do jogo, mas o goleiro Carlos Miguel cresceu no lance e fez duas grandes defesas. Primeiro, depois de cruzamento rasteiro, o arqueiro salvou a conclusão com o braço esquerdo. No rebote, Lázaro, na entrada da área, encheu o pé para outra grande aparição do camisa 1 do Inter.

Apesar da boa oportunidade do Boavista, os garotos do Internacional eram superiores no duelo. Contudo, eles tentavam aperfeiçoar muito os lances de gols e perdiam o tempo de bola para marcar.

Aos 21 minutos, o Internacional perdeu uma grande chance de balançar as redes. Após o zagueiro Roberto erguer a bola na área, o goleiro Ary saiu da meta para afastar de soco e se chocou com o companheiro Vitor. Os dois jogadores caíram no chão e a redonda ficou limpa para Richard concluir, mas Lucas salvou o Boavista-RJ quase em cima da linha. O rebote ficou com Brenner, que sem goleiro, bateu alto.

Na metade do primeiro tempo, o árbitro fez uma parada no jogo para a hidratação dos jogadores. Após o retorno desta pausa, o Boavista conseguiu melhorar a marcação e diminuiu os espaços do Colorado. Contudo, a partida mais truncada, com muitas faltas e sem chances claras de gol.

No último bom lance da primeira etapa, Brenner recebeu na entrada da área, girou sob a marcação e concluiu com força, mas o goleiro Ary, do Boavista, agarrou a redonda no centro do gol.

No segundo tempo, o Internacional seguiu apertando o Boavista. Logo aos dois minutos, após erro da zaga, Richard tocou para Vitinho marcar, mas o árbitro já parava o lance assinalando impedimento do jogador colorado.

Dois minutos depois, novamente Vitinho quase marcou. O atleta dominou na entrada da área, girou sob a marcação e bateu forte na meta. O goleiro Ary defendeu em dois tempos a conclusão.

O time gaúcho pressionava bastante, mas pecava no último passe ou na marcação adversária. Enquanto, o Boavista se fechava e apostava nos contra-ataques para tentar marcar.

A pressão colorada deu certo. Após cobrança de escanteio, o goleiro Ary afastou de soco para a entrada da área, Netto pegou o rebote e concluiu de perna esquerda. A redonda quicou enganando o arqueiro do Boa Vista e balançando as redes aos 26 minutos do segundo tempo.

Três minutos depois, Brenner ampliou o marcador. Após erro do adversário, Richard ficou com a redonda, puxou contra-ataque pela esquerda e cruzou para a área. A zaga não conseguiu afastar e a bola sobrou para Brenner, que dominou, protegeu e concluiu forte para fazer o segundo gol do Inter na partida.

Aos 36 minutos, o árbitro marcou equivocadamente um recuo de bola para o goleiro Ary, que pegou a redonda com as mãos. Na cobrança da falta indireta, Brenner tocou para Richard no meio da área, que chutou com muita força, mas Matheus Storck impediu o terceiro gol colorado.

Aos 41 minutos, o juiz não assinalou um pênalti para o Boavista-RJ, após o jogador do Internacional colocar a mão na bola dentro da área.

O Boavista-RJ retorna a campo no domingo às 09h da manhã (de Brasília) contra o Osvaldo Cruz, no estádio Brenão. Mais tarde, às 11h (de Brasília), também no estádio Brenão, Internacional e Capital-TO se enfrentam pelo grupo 6.