Crise derruba vice de futebol do Inter e presidente acumula função

Do correspondente Luis Felipe dos Santos - Porto Alegre,RS

01-08-2016 12:03:46

O presidente do Internacional Vitório Piffero acumulará a função de vice de futebol, após a demissão de Carlos Pellegrini na noite deste domingo. Pellegrini decidiu entregar o cargo após o nono jogo consecutivo sem vitória do Inter no Campeonato Brasileiro, caracterizando a pior sequência da história do clube em 45 anos de certame.

Aliado de Píffero, Pellegrini assumiu a função de homem forte do colorado após a morte de Luís Fernando Costa, vice de futebol eleito pelo clube. Apesar dos dois títulos gaúchos, Pellegrini sofreu duras críticas da torcida colorada pela falta de coerência no departamento de futebol e pela demissão de Diego Aguirre logo após o Gre-Nal em que o Inter levou 5 a 0 do Grêmio, em agosto de 2015.

Píffero ocupou tal cargo no Inter entre 2003 e 2006, ficando marcado pelas conquistas da Libertadores e do Mundial de 2006, quando o presidente era Fernando Carvalho. Durante os protestos ocorridos neste domingo, ele foi o principal alvo dos torcedores colorados, que estenderam uma faixa diante do Portão 1 e cantaram músicas como “o Inter não precisa de você”. Avesso a entrevistas, o presidente também é conhecido pelo seu estilo centralizador – aliados reclamam da baixa influência em decisões no departamento de futebol, apesar da ampla coalizão com a qual foi eleito em 2014.

Para a partida contra o Cruzeiro, adversário direto na luta para não chegar ao Z4, o Internacional não contará com Paulão (suspenso) e Leandro Almeida (lesionado). Alan Costa deverá voltar à titularidade. O capitão Paulão, entretanto, afirmou ao técnico Paulo Roberto Falcão que pretende viajar com a equipe. O jogo será na próxima quinta-feira, às 21h (de Brasília), no Estádio Independência.

Deixe seu comentário