Vice do Grêmio dá detalhes da saída de Felipão e aponta interino como solução

São Paulo, SP

11-10-2021 18:40:28

O Grêmio vive momento muito conturbado na temporada. Após ser derrotado para o Santos no último domingo, com gol nos instantes finais, a saída do treinador Felipão foi anunciada pela equipe gaúcha, que, no momento, é vice-lanterna do Brasileirão. Na tarde desta segunda-feira, o vice-presidente o Grêmio, Duda Kroeff, deu detalhes dos bastidores gremistas. A saída de Felipão e a procura por um novo técnico foram alguns dos assuntos abordados em entrevista à Rádio Bandeirantes RS.

O dirigente contou que a opção de sair partiu do próprio Felipão. Segundo Duda, a diretoria do Grêmio foi apenas comunicada.

''Nós só fomos comunicados. Ele mesmo teve a iniciativa de sair'' - revelou - ''O Felipão criou um ambiente no Grêmio de que era a hora de fechar a casinha e tentar ganhar de um jeito diferente. Ele enxergou isso e tentou dessa maneira. Na Arena, contra times que não são tão fortes, a proporção deveria ser mais de ganhar, de jogar ofensivamente'', opinou Duda.

 

Agora, o Tricolor entra no mercado à procura de um novo treinador que possa o tirar desta situação delicada. De momento, o interino Thiago Gomes é quem assume o comando técnico gremista. Para Duda Kroeff, ele mesmo pode ser considerando como opção, a depender do resultado das próximas partidas pelo Brasileirão.

''Tudo vai depender desse jogo em Fortaleza e depois o jogo contra o Juventude, mas acho que no momento é uma solução interessante porque ele é qualificado. O conheço bem, já o vi trabalhar. Os jogadores gostam dele. Evidente que tem aquela coisa de nunca ter treinado um time grande, pode ser engolido pelos jogadores, mas a minha esperança é o contrário, que os jogadores resolvam ajudá-lo. Eu sei que todos os jogadores querem sair dessa. A gente vê isso no campo, eles não conseguem, mas estão tentando. Eles podem se unir em torno do Thiago'', comentou.

Quando perguntado sobre o perfil de treinador que o Grêmio procura, Duda falou sobre o interesse em Roger Machado, que teria recusado proposta. Para o vice-presidente, o momento é de procurar alguém que conheça o clube.

''Uma qualificação técnica em primeiro lugar e depois alguém que já conhecesse o Grêmio. Não é o momento de trazer alguém que nunca esteve na Arena, treinando e trabalhando e não conhecesse ninguém. Ele ia levar um tempo para conhecer o grupo. A tentativa do Roger, se é que de fato houve, seria positiva, seria perfeita. É um treinador que conhece todo mundo lá e todo mundo gosta dele, mas parece que ele não quis, então vamos de Thiago Gomes'', revelou.


Agora, os próximos jogos no calendário gremista serão contra o Fortaleza, nesta quarta-feira, às 20h30 (de Brasília), fora de casa, e, em seguida, a equipe terá o Juventude, em Porto Alegre. Duda Kroeff acredita que, contra o Fortaleza, a vitória provavelmente não virá, mas, nas próximas partidas, o time terá uma crescente.

''O Grêmio não está jogando legal, não está conseguindo, é muito preocupante. Mas eu tenho fé. Conheço o Thiago Gomes, ele é qualificado, os jogadores gostam dele e eu tenho fé de que as coisa vão mudar. Nós vamos ganhar umas três, quatro partidas seguidas. Talvez não do Fortaleza, já vou avisando, porque é muito difícil, talvez a gente consiga um empatezinho lá, mas depois ganhe do Juventude, ganhe do Atlético-GO e ganhe do Palmeiras e aí vamos embora'', analisou.

Deixe seu comentário