Médico gremista explica situações de Geromel e outros lesionados

Do correspondente Eduardo Bertuol - Porto Alegre,RS

17-08-2017 21:50:57

O Departamento Médico do Grêmio contém jogadores importantes do elenco gremista. Ao todo são 8 atletas que se recuperam de lesões. Entre os nomes estão os zagueiros Rafael Thyere e Pedro Geromel, o volante Maicon, o meia Douglas, o meia-atacante Michael Arroyo e Miller Bolaños, além dos atacantes Jael e Beto Da Silva.

Na tarde desta quinta-feira, o médico gremista Márcio Bolzoni conversou com a imprensa e esclareceu dúvidas sobre as situações dos atletas no DM do clube. O doutor relatou a situação do zagueiro Pedro Geromel, que sofreu um lesão de grau 2 e desfalca a equipe por três semanas. “Após o exames realizados se constatou que é uma distensão grau 2 nos adutores da coxa direita. Uma lesão que deve deixá-lo fora por 3 semanas a princípio. Medicina não é matemática’, afirmou.

Ainda sobre Geromel, o médico Bolzoni contou como deve ser o procedimento de recuperação do jogador. “As três semanas seriam o prazo para voltar a atuar. Dentro dessas três semanas, atividades progressivas, mas trabalhos com bola efetiva e disputa serão em três semanas”, disse. Ele ainda falou sobre a possibilidade do zagueiro gremista conseguir retornar até o confronto contra o Botafogo, pelas quartas de finais da Copa Libertadores. “O Geromel tem o prazo de três semanas, se a Comissão Técnica entender que ele pode participar, ele volta. Três semanas é mais ou menos o prazo dessas partidas da Copa Libertadores e claro que vai depender da evolução dele. Acho muito cedo para a gente fazer um diagnóstico neste sentido”, contou.

O substituto direto de Geromel é o zagueiro Rafael Thyere, que também está no Departamento Médico. Nos últimos treinamentos, o jogador correu ao redor do campo do CT Luiz Carvalho. Sobre Thyere, o médico gremista destacou que o atleta ainda não está 100% recuperado. “O Thyere sofreu um entorse no tornozelo grau 2 há quase 4 semanas. A partir deste final de semana deve fazer trabalhos com bola. Não está completamente recuperado e não está entregue completamente ao departamento técnico, ainda precisa de alguns dias, mas está em fase final de recuperação”, disse.


São três, o número de jogadores que atuam no meio campo gremista e estão no DM do clube. O médico revelou como está a recuperação do volante Maicon. O jogador está com dores no tendão de Aquiles do pé esquerdo e trabalha para ficar a disposição do técnico Renato Portaluppi para o duelo da segunda partida da Copa do Brasil contra o Cruzeiro. “O Maicon tem uma lesão no tendão de aquiles que está sendo tratada. Ele apresentou uma melhora considerável. Já fez um trabalho de corrida dentro da academia em esteira. Vamos ver a evolução nos próximos três dias para saber quando vamos poder contar com ele e se será possível que participe ainda do próximo jogo da Copa do brasil. Certo que estará fora deste jogo do fim de semana”, destacou.

Contudo, Bolzoni não descartou que caso Maicon não se recupere da lesão, ele possa passar por uma cirurgia ainda neste ano. “Neste momento, o problema é uma lesão crônica no tendão de aquiles. É uma lesão que não curou e que ele simplesmente melhora, consegue atuar e o DM tenta diminuir ao máximo os sintomas dele para que ele participe. Sabemos que talvez a gente tenha que tomar algumas outras medidas mais adiante que pode ser cirurgia”, revelou.

O meia-atacante equatoriano Arroyo deve ficar a disposição de Renato assim que receber uma máscara que vai servir como proteção para o rosto. “O Arroyo ainda não começou os trabalhos com bola. Foi recomendado pelo cirurgião fazer uma proteção no rosto e a partir do momento em que ela estiver pronta, ele vai estar liberado para trabalhar com bola com o grupo. Claro que ainda vai depender de uma adaptação dele com esta proteção, mas fisicamente ele está bem. Esperamos que em breve ele esteja em campo”, contou Bolzoni.

O compatriota de Arroyo, o meia Miller Bolaños está tendo uma recuperação satisfatória. O Departamento Médico gremista atuou desde o início para que não fosse necessária a realização de uma cirurgia, contudo Bolzoni ainda não descartou esta hipótese. “A evolução do Miller tem sido satisfatória nas últimas semanas. Nunca se descartou a possibilidade de tratamento cirúrgico, mas como sempre nesses casos é um tratamento que se reversa como a última opção. Talvez não seja necessária a cirurgia, embora não esteja totalmente descartada. Então, a evolução tem sido favorável e o Miller tem participado normalmente dos treinos”, disse.

O médico também falou sobre a viagem do jogador para o Equador para ter uma segunda opinião sobre a lesão. “O Miller Bolaños tem uma lesão no adutor direito. Este diagnóstico para nós era muito claro desde o ínicio. Foi um tratamento longo, tentando se evitar ao máximo o tratamento cirúrgico. A questão da segunda opinião foi uma decisão do jogador com o seu empresário que resolveram ouvir um colega com quem o jogador tinha mais contato nos anos em que atuou no Equador. Para nós estava muito claro o diagnóstico e as possibilidades de tratamento. Por isso não fomos atrás de uma segunda opinião”, destacou.

Sobre Douglas e Jael, o médico Márcio Bolzoni foi sucinto e disse que ainda se preparando para voltar e que já estão fazendo os primeiros trabalhos com bola (caso do meia Douglas).

A boa notícia é que o atacante peruano Beto Da Silva está apto para atuar e com isso pode ser alternativa para o treinador gremista na partida do fim de semana contra o Atlético-PR pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. “O Beto da Silva encontra-se totalmente recuperado. É um atleta que teve uma lesão no músculo posterior da coxa. Um quadro que demorou para resolver, mas já não é preocupação há bastante tempo. O Beto teve seu retorno um pouco mais lento por outros motivos e não aquela lesão que o afastou no primeiro semestre. Agora é um atleta que está totalmente recuperado”, afirmou.

 

Deixe seu comentário