Campeonato Brasileiro

Árbitro relata críticas feitas por Bandeira e mantém visão sobre expulsão

São Paulo , SP
15/04/2018 15:20:00

Em: Brasileiro Série A, Flamengo
Eduardo Bandeira de Melo está em seu último ano de mandato no Flamengo (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O árbitro Wagner Reway, responsável pelo polêmico jogo entre Flamengo e Vitória na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, relatou na súmula o protesto feito por Eduardo Bandeira de Melo, presidente da equipe carioca, enquanto ele e sua equipe caminhavam em direção ao vestiário no intervalo da partida, que terminou em 2 a 2.

Além de ter reportado que o mandatário Rubro-Negro disse: “isso é uma vergonha o que você está fazendo”, o árbitro do Mato Grosso com credencial da Fifa ainda informou que “diversas outras pessoas com uniforme do flamengo estavam próximas a região dos vestiários reclamando com gestos e palavras ostensivas” e que a polícia e a segurança do estádio precisaram agir.

Assim como esperado, Wagner Reway ainda colocou na súmula que Éverton Ribeiro foi expulso por “Impedir um gol ou acabar com uma oportunidade clara de gol, com uso intencional de mão na bola”. No lance, o meia do Flamengo utilizou a cabeça para impedir o gol, mas a equipe de arbitragem viu mão na bola e acabou o expulsando.

Confira na íntegra as observações do árbitro sobre as reclamações:

No intervalo do jogo, enquanto a equipe de arbitragem se deslocava para o vestiário o presidente do Flamengo Sr. Eduardo Bandeira de Melo, posicionou-se em frente ao vestiário e quando estávamos passando proferiu palavras de reclamação contra a arbitragem: “isso é uma vergonha o que você está fazendo”. Além dele, diversas outras pessoas com uniforme do flamengo estavam próximas a região dos vestiários reclamando com gestos e palavras ostensivas. A equipe de segurança do estádio e o policiamento necessitou agir para nos dar segurança”.