Com a Copa, Modric tem a chance de resgatar prestígio na Croácia

São Paulo, SP

15-07-2018 08:57:36

O meia Luka Modric é o jogador mais conhecido da Croácia, finalista da Copa do Mundo da Rússia, mas está com a imagem arranhada em seu país. O motivo é o escândalo de corrupção que levou Zdravko Mamic, seu empresário e antigo dirigente do Dínamo de Zagreb, a ser condenado a seis anos e meio de prisão, em junho.

“É o momento de falar de Copa do Mundo, e não de outras coisas. Não havia nada mais inteligente para perguntar? Quanto tempo você se preparou para fazer uma pergunta dessas?”, rebateu Modric, irritado, quando foi abordado sobre o assunto em meio à preparação croata para o Mundial.

E é justamente por causa da Copa do Mundo que o jogador do Real Madrid, da Espanha, poderá voltar a ser idolatrado na Croácia. Quando esteve no tribunal, e não em uma entrevista coletiva, Modric não foi tão enfático em sua resposta sobre os desvios de dinheiro em transferências de jogadores conduzidas por Zdravko Mamic. A postura pegou mal entre os croatas.


Uma das negociações investigadas foi a do próprio Modric, para o Tottenham, da Inglaterra. Inicialmente, o atleta alegou que havia acertado em 2004 a cessão de metade dos lucros de uma futura transação ao empresário. Em 2015, porém, mudou o discurso e afirmou que o acordo fora retroativo, assinado quando já não estava mais no Dínamo de Zagreb. Acabou indiciado por falso testemunho.

Seja como for, a Croácia conta com Luka Modric para fazer ainda mais história na Rússia e juntar-se ao rol de seleções campeãs mundiais. O meia do Real Madrid começou bem a Copa, com gols marcados sobre Nigéria e Argentina, mas não teve o mesmo desempenho na fase eliminatória. Desperdiçou um pênalti contra a Dinamarca, na prorrogação, embora tenha deixado a sua marca na posterior disputa da marca da cal com os dinamarqueses.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário