Gazeta Esportiva

Tiago Nunes pega pesado em treino e cobra atacantes no Corinthians

Tiago Salazar e Jonas Campos - São Paulo,SP

03/03/20 | 12:22 - 03/03/20 | 14:44

O Corinthians tem conseguido se impor diante de seus adversários, mas tem esbarrado na falta de eficiência neste início de temporada. A equipe detém mais a bola, cria inúmeras oportunidades de gol e finaliza em demasia. Mesmo assim, conseguiu apenas duas vitórias no Campeonato Paulista. O Timão é o lanterna do Grupo D a quatro jogos do fim da primeira fase.


Por causa disso, Tiago Nunes promoveu um intenso treino de aperfeiçoamento para o setor ofensivo. Na manhã desta terça-feira, o treinador agiu como se estivesse em uma partida: inquieto, cobrando seus atletas, orientando e correndo de um lado ao outro.

Os jogadores foram divididos em grupos, em um primeiro momento. Com o campo reduzido, eram três contra dois, ataque contra defesa. Sob olhares atentos do treinador, os jogadores tinham de conseguir trabalhar a bola rapidamente até a conclusão em gol.

Na sequência, Tiago Nunes abriu o campo, formou linhas completas com os jogadores de ataque e defesa, sempre cinco contra cinco, e, de novo, intensificou a cobrança em busca da eficiência ofensiva. A todo momento, o comandante pedia velocidade na tomada de decisão e intuição afiada dos atletas para chegar às redes.

Consequentemente, a defesa, que levou 10 gols em 10 jogos até aqui, também era forçada a mostrar serviço frente a um verdadeiro bombardeio. Assim que uma jogada era interceptada, a bola já voltava a ser erguida à área e todos tinham de recompor e realinhar para um novo confronto.

Boa parada
Após o treino coletivo, Luan, Pedrinho, Fagner e Gabriel foram para a marca da cal bater alguns pênaltis. Em seguida, o volante deixou o grupo, que continuou para cobrar algumas faltas também.

Em outra parte do campo, Everaldo, Janderson e Davó se juntaram a Carlos, Sidcley e Piton para um treino de confronto entre pontas x laterais.

Destaque
Pedrinho, que ainda não conseguiu engrenar com a camisa 10 alvinegra, chamou atenção com belos gols nesta terça-feira. Um deles, aliás, foi de letra, no ar. A jogada rendeu aplausos dos companheiros. Em compensação, o meia-atacante foi cobrado por prender demais a bola na armação das jogadas de ataque.

À parte
Yony González fez um trabalho à parte no campo. O atacante trabalhou muita movimentação e alguns exercícios específicos com bola. Na segunda-feira, o colombiano não pisou no gramado para intensificar o fortalecimento muscular.

A avaliação da comissão técnica é de que o jogador não está na melhor condição física ainda e precisa deste treino individualizado.

Lesionados
Ramiro e Léo Santos, que se recuperam de lesões no joelho, seguem em transição e não foram vistos no gramado. A situação é bem diferente para Danilo Avelar, que foi integrado ao grupo na segunda e nesta terça mostrou que está totalmente recuperado da pubalgia, inclusive com direito a gol de cabeça no treino. Avelar, agora zagueiro, deve ser inscrito no Paulistão em breve.

Susto
Carlos acertou Mauro Boselli durante a atividade. O argentino deixou o treino por um tempo para ser atendido pelos médicos, aparentemente com dor na região que afeta coxa e joelho. Apesar do susto, o argentino deixou o treino brincando com o companheiro pela pancada.

Programação
Os dois próximos dias de treinamento no CT Joaquim Grava serão totalmente fechados à imprensa. Tiago Nunes vai usar toda a privacidade possível para acertar o time. Na sexta, os jornalistas poderão acompanhar o aquecimento. A parte principal do trabalho novamente será fechada.

No sábado, após 10 dias, o Corinthians terá compromisso pelo Paulistão. O Timão vai visitar o Novorizontino, no interior do Estado, com pressão pela vitória.

 

Deixe seu comentário