Livros e filmes para matar a saudade do Timão na quarentena

Vicente Lomonaco - São Paulo,SP

25-03-2020 15:09:31

A paralisação dos jogos de futebol em todo o mundo deixou muitos torcedores cheios de saudades do time do coração. Uma maneira de solucionar esse problema são os filmes e livros relacionados ao tema. Nesse aspecto, o Corinthians é uma das equipes do futebol brasileiro que conta com um grande número de produções, para todos os gostos.

Entre o material audiovisual que aborda o clube de Parque São Jorge estão algumas comédias de Mazzaropi e os documentários sobre os títulos importantes do Timão. Já nos livros, o destaque fica por conta das biografias de grandes ídolos do time, inclusive a recente publicação que retrata a história do goleiro Cássio.


Filmes

O Corintiano – A produção é de 1966, com o roteiro e protagonismo do histórico comediante Amácio Mazzaropi. No filme, ele interpreta um barbeiro que vive na zona leste de São Paulo e constantemente discute com o vizinho palmeirense. Destaque para “guerra de hinos” entre os dois.

Libertados – Lançado em 2014, dois anos depois da conquista da Libertadores da América pelo Corinthians, o documentário traz imagens de bastidores do histórico campeonato e depoimentos de torcedores e jogadores do elenco campeão.

23 anos em 7 segundos – Dirigido por Di Moretti e Júlio Xavier da Silveira, o documentário foi lançado em 2009 e retrata a paixão do corintiano diante da ótica do jejum de títulos vivido durante o período de 1954 a 1977. O destaque fica por conta da narração de Osmar Santos no jogo final entre Corinthians e Ponte Preta.

Democracia em preto e branco – Um dos períodos mais emblemáticos da história do Corinthians aconteceu no início da década de 1980. Em meio a ditadura militar no país, o time liderado por Sócrates e companhia revolucionou a maneira como os jogadores eram tratados nas equipes.

Fiel o filme – Esse foi o primeiro documentário lançado com o apoio do Corinthians. Dirigido por Andrea Pasquini, a obra mostra a conquista da Série B pelo clube em 2008 e conta com depoimentos de torcedores e jogadores.

Livros:

Cássio, a trajetória do maior goleiro da história do Corinthians - (Celso Unzelte, Universo dos Livros) – Lançado em janeiro desse ano, a biografia do principal ídolo corintiano no momento conta tudo sobre a trajetória do gigante, o lado profissional e pessoal, além dos bastidores da defesa do chute de Diego Souza na Libertadores de 2012.

Casagrande e seus demônios - (Gilvan Ribeiro. Globo Livros) – Hoje comentarista da Rede Globo, Walter Casagrande Júnior começou no futebol vestindo a camisa do Corinthians. Sempre rebelde e amante do Rock and Roll ele conta com o auxílio do jornalista Gilvan Ribeiro para retratar a luta contra as drogas.

Corinthians é preto no branco - (Washington Olivetto e Nirlando Beirão, Ediouro) – Ex-vice-presidente de marketing do Corinthians, Washington Olivetto conta nesse livro a um amigo americano a história do Timão. Em notas cheias de humor, o jornalista Nirlando Beirão corrige alguns exageros do publicitário.

Eterno xodó - (Renato Nalesso e Fabricio Bosio, Primavera Editorial) – Antes de ser o polêmico apresentador de televisão, José Ferreira Neto foi considerado por muitos o grande responsável pelo título corintiano no Brasileiro de 1990.

João Roberto Basílio, um escolhido - (autobiografia, Editora planeta) – Com prefácio do Dr. Sócrates, a autobiografia de Basílio, autor do gol que quebrou o jejum corintiano de 23 anos sem título, é escrita de maneira bem simples e retrata o ex-jogador como um predestinado.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?