Justiça arquiva processo contra Andrés Sanchez em caso de propina por Arena

Tiago Salazar e Marina Bufon - São Paulo,SP

11-03-2022 17:57:02

A Justiça de São Paulo arquivou o inquérito policial contra o ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez (PT-SP), em caso de suposta propina relacionada à construção da Arena por parte da construtora Odebrecht.

Em 2019, André Luiz de Oliveira, mais conhecido como André Negão, foi acusado de ser o intermediário de repasses na casa dos R$ 3 milhões por caixa 2 para Andrés, ainda em 2014. André Negão era, na época, diretor administrativo do clube e hoje é presidente do Conselho de Ética e vice-presidente do Conselho Deliberativo.

Esses pagamentos, segundo a acusação, seriam organizados por Antonio Roberto Gavioli, ex-diretor da Odebrecht, empreiteira responsável pelas obras da Arena do Corinthians. Ou seja, estavam atrelados à construção do estádio.


Segundo documento ao qual a Gazeta Esportiva teve acesso, a juíza Silvia Maria Rocha acatou o pedido de arquivamento do Ministério Público Federal, no qual há a afirmação de que os valores mencionados não podiam ser qualificados como propina, visto que Andrés não exercia cargo político em 2014.

Ainda no pedido de arquivamento, explica-se que “se dão no sentido de que as doações não declaradas da CNO (Construtora Norberto Odebrecht) teriam sido feitas a título de custeio da campanha eleitoral de Andrés”, o que seria tipificado como caixa dois, um crime eleitoral, e não prática de corrupção ativa, a cargo da Justiça Federal.

Os ex-presidentes da República Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Roussef também foram indicados como participantes das negociações na ocasião e, “conforme análise das movimentações financeiras” investigadas, comprovou-se indícios de que “as quantias se reverteram às campanhas eleitorais do PT em 2014”.

A construção da Arena do Corinthians foi iniciada em 2011, no fim de um dos mandatos de Andrés Sanchez, e a Odebrecht foi responsável por ela. Tanto Andrés quanto André Negão sempre negaram as irregularidades. Por fim, vale mencionar que o estádio sediou alguns jogos da Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil.

Deixe seu comentário