Entenda por que a escolha do Corinthians por Tiago Nunes ajudou tanto Ramiro

Tiago Salazar - São Paulo,SP

20-04-2020 05:00:28

Muita gente se surpreendeu quando Tiago Nunes bancou Ramiro como titular do Corinthians logo de cara, desde os primeiros testes na pré-temporada. Torcedores e críticos vinham de uma decepção grande com o desempenho do jogador em 2019.

Mas, em muito pouco tempo a decisão se mostrou acertada. Pode-se dizer que Ramiro foi a grande surpresa da equipe durante a Flórida Cup. A retomada se confirmou com boas atuações nas duas primeiras rodadas do Campeonato Paulista. No período citado, o meio-campista marcou dois gols.


Em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, por telefone, Ramiro contou como a chegada de Tiago Nunes o ajudou a reagir e quão importante foi ter conhecido o técnico antes do encontro no Corinthians.

Eu sempre tive uma relação muito boa com o Tiago, desde a época de Juventude, quando trabalhamos no mesmo clube, mas não juntos, uns 10 anos atrás (na verdade, 12 anos). Com amigos em comum, clube pequeno, clube mais família, aconchegante, acaba aproximando mais os profissionais. Depois ele trabalhou no Grêmio também e quando ele veio para o Corinthians me deu uma esperança. Esse foi outro grande motivo que me fez pensar muito positivo para 2020, trabalhar com um treinador que eu conhecia.

Ramiro fez toda a base e foi revelado pelo Juventude do Rio Grande do Sul. Por lá, Tiago Nunes foi seu contemporâneo em 2008, quando era preparador físico do Sub-20. Depois, em 2013, ambos estiveram no Grêmio, de novo em categorias diferentes.

No Corinthians, o técnico chegou com a missão de implantar uma nova filosofia de jogo. Ramiro se tornou peça chave do sistema, como explicou a Gazeta Esportiva em março, e sabe bem como pode entregar exatamente o que o técnico espera para aquela função.

Ele me deu essa confiança logo no início, de mostrar meu devido valor, e eu acredito que estava retribuindo no campo. A gente conversa sobre equilíbrio, sobre esse papel, podendo jogar por dentro. Já que temos dois volantes que armam o jogo e não são tanto de contensão, essa minha compensação, suporte na defesa, ajuda. E também conseguindo chegar ao ataque, uma das minhas virtudes é a parte física, isso acaba dando um equilíbrio interessante para a equipe.

Conforme explicação do preparador físico Michel Huff, Ramiro está em fase final de recuperação de um tratamento no joelho direito e deve ficar à disposição assim que o elenco retomar os trabalhos no CT Joaquim Grava.

 

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?