Futebol

De olho na Sula, Corinthians nunca perdeu para equipes venezuelanas

São Paulo , SP
21/05/2019 07:00:27 — 21/05/2019 08:30:23

Em: Copa Sul-Americana, Corinthians, Futebol, Notícias
Último embate contra o Deportivo Lara terminou em 7 a 2 para o Corinthians (Foto: Luis ROBAYO/AFP)

O Corinthians virou a chave. Depois do duelo contra o Athletico-PR, pelo Campeonato Brasileiro, o Timão tem pela frente o Deportivo Lara, da Venezuela, em confronto válido pela segunda fase da Copa Sul-Americana. Se depender do retrospecto contra times venezuelanos, o time de Fábio Carille não terá dificuldades em abrir uma vantagem na eliminatória.

Isso porque o Corinthians nunca perdeu para adversários do país. Ao todo, são oito partidas contra venezuelanos: sete vitórias e um empate. As ‘vítimas’ foram o próprio Deportivo Lara, além do Deportivo Táchira, Minervén e a Seleção de Caracas.

No ano passado, pela Copa Libertadores, o Timão enfrentou o Deportivo Lara em Itaquera e no Estádio Metropolitano, na Venezuela. Os placares, respectivamente, foram de 2 a 0 e 7 a 2 em favor dos paulistas – o último, aliás, é a maior goleada do clube do Parque São Jorge sob o comando de Fábio Carille.

Jádson marcou três gols naquele 7 a 2 (Foto: Luis ROBAYO/AFP)

Anteriormente, na edição de 2012 da Libertadores, o Corinthians havia enfrentado o Deportivo Táchira, também na fase de grupos. Depois de um 1 a 1 sofrido na Venezuela – com direito a gol no último minuto, anotado por Ralf, de cabeça -, os comandados de Tite enfiaram seis na equipe venezuelana no Pacaembu.

Na Copa Conmebol de 1994, pelas quartas de final, o Corinthians enfrentou o Minérven e, mesmo escalado de maneira alternativa, não teve problemas nas duas eliminatórias. Na Venezuela, placar de 5 a 2 para os brasileiros; em São Paulo, nova goleada – 6 a 0.

Por fim, os primeiros embates do Timão contra venezuelanos foram disputados na Pequena Taça do Mundo de 1953. Diante a Seleção de Caracas, Luizinho, Baltazar, Cláudio, Carbone e companhia não tiveram muitas dificuldades: marcadores de 2 a 0 e 2 a 1.

Retrospecto geral do Corinthians contra times da Venezuela:

Oito partidas
Sete vitórias
Um empate
31 gols marcados
6 gols sofridos




×
Quer receber notícias do Corinthians?