Crise de saúde no Peru preocupa Luxa para jogo da volta entre Corinthians e Universitario: "Não somos cobaias" - Gazeta Esportiva
Crise de saúde no Peru preocupa Luxa para jogo da volta entre Corinthians e Universitario: "Não somos cobaias"

Crise de saúde no Peru preocupa Luxa para jogo da volta entre Corinthians e Universitario: "Não somos cobaias"

Gazeta Esportiva

Por Redação

12/07/2023 às 01:18 • Atualizado: 12/07/2023 às 12:23

São Paulo, SP

O técnico Vanderlei Luxemburgo mostrou preocupação com a crise sanitária do Peru, já projetando o jogo de volta entre Corinthians e Universitário, no dia 18, pelo playoff da Copa Sul-Americana. A partida será disputada em Lima e a equipe peruana já iniciou a comercialização dos ingressos.



O Peru passa por um surto de Síndrome de Guillain Barré, doença rara que ataca os sistemas imunológico e nervoso periférico, que pode resultar em inflamação dos nervos e fraqueza muscular progressiva.

"É um país coirmão, já fui para o Peru, para Lima, é muito agradável ir lá. Mas independente do país, um surto é um surto, uma pandemia, é uma pandemia. Tem um decreto do governo que decretou surto e isso tem que ser respeitado. Nós não somos cobaias. Profissionais da imprensa não vão mais lá e quem vai ser o responsável por nós? E se a gente for contaminado? Tem um decreto federal, Ministério da Saúde que diz que tem um surto. Isso tem que ser respeitado", disse Luxemburgo em entrevista coletiva.

"É um problema muito sério. Não queremos deixar de jogar no Peru, mas esse momento requer responsabilidade, para gente não correr risco. Por que não muda de local para um país que não tem problema nenhum? Isso é muito sério. Tem que acontecer uma morte para as pessoas que comandam o futebol terem responsabilidade? Eu tenho que ir lá me expor? Expor a equipe? Não é só violência, tem muitas decisões que não são tomadas com coerência. Não só se preocupar com datas e parte financeira. Aqui não tem nada a ver com o país, ele é belíssimo. Mas é um surto, problema sério", finalizou o treinador, que também falou da vantagem de 1 a 0 construída para a partida de volta.




"Faltou um pouco mais? Posso te responder, tem um adversário. Eles jogaram com linha de cinco o tempo todo, jogaram por uma bola, e nós conseguimos a vantagem. Claro que ganhar de dois, três, quatro é melhor. Mas eles não tiveram nenhuma oportunidade, só uma no final do jogo. Fizemos um jogo taticamente muito correto, levamos a vantagem", comentou o treinador.

Nesta terça-feira, na Neo Química Arena, o Corinthians venceu o Universitario por 1 a 0, com gol de Felipe Augusto após assistência de Renato Augusto, na reta final do primeiro tempo.

Assim, a equipe de Vanderlei Luxemburgo pode até empatar o jogo de volta que garante vaga para as oitavas de final do torneio sul-americano. Os times se enfrentam no dia 18, no Estádio Monumental de Lima.

Conteúdo Patrocinado