Corinthians de Tiago Nunes é melhor atrás e pior na frente do que equipe de Carille

Tiago Salazar - São Paulo,SP

28-02-2020 04:00:34

Durante o protesto promovido por algumas torcidas organizadas do Corinthians na quarta-feira, um dos cânticos entoados na porta do CT Joaquim Grava externou a irritação com o número de gols que a equipe já levou em 2020. “Cadê nossa defesa? Ôôô”, esbravejaram os corintianos.

Desde o início da temporada oficial, a equipe comandada por Tiago Nunes fez 10 jogos e tomou exatos 10 gols. Por outro lado, o ataque soma 12 gols marcados.

Tanto o treinador quanto os jogadores admitem o incômodo com a situação. Nos dois últimos jogos, por exemplo, Água Santa e Santo André conseguiram apenas duas finalizações cada um contra o gol corintiano. Mesmo assim, o time de Diadema fez dois gols e o Ramalhão mandou uma bola para as redes alvinegras.

As falhas chamam atenção principalmente pelo histórico do Corinthians nos últimos anos. Foram temporadas seguidas com defesas seguras, pilares de equipes campeãs, principalmente sobre o comando de Fábio Carille, técnico campeão Brasileiro em 2017 e Tri-Paulista entre 2017 e 2019.

Porém, mesmo com um especialista à frente do grupo, o Corinthians sofreu até mais gols no início de 2019. Em compensação, fez mais gols que a equipe de Tiago Nunes, em tese um treinador que prima pela ofensividade.

À época, Carille viveu um momento semelhante ao que Tiago Nunes tem passado agora, com chegada em dezembro, reformulação de elenco e pouco tempo para treinar.


Nos 10 primeiros jogos oficiais de 2019, o Corinthians levou 12 gols, dois a mais que o atual time, e anotou 13 gols a seu favor, um a mais na mesma comparação.

Tropeços em casa para Red Bull Brasil e São Caetano e sufoco com o Ferroviário-CE levaram tensão ao ambiente naquele momento.

Tanto em 2019 quanto em 2020, o Corinthians só não foi vazado em duas partidas no período exposto.

Fábio Carille conseguiu segurar bem a pressão por conta dos resultados. O Corinthians não encantava e nem mesmo conseguia ser eficiente em sua especialidade, mas, ainda assim, o clube avançou na Copa do Brasil e na Copa Sul-Americana. No Paulista, fez 13 pontos em oito rodadas.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Tiago Nunes nunca foi campeão pelo Timão, portanto, não detém o crédito que reflete em uma dose maior de paciência. Além disso, acabou eliminado na segunda fase da Copa Libertadores da América e conseguiu apenas nove pontos em oito jogos pelo Estadual.

Entre semelhanças e diferenças, o Corinthians tenta se adaptar a uma nova filosofia e derrubar rótulos. A próxima oportunidade de findar o jejum de quatro partidas sem triunfos no Paulistão será sábado, dia 7, contra o Novorizontino, fora de casa.

Veja os 10 primeiros jogos oficiais do Corinthians em 2020:

Corinthians 1 x 1 Santo André - Paulista
Água Santa 2 x 1 Corinthians - Paulista
São Paulo 0 x 0 Corinthians - Paulista
Corinthians 2 x 1 Guaraní-PAR - Libertadores
Corinthians 0 x 1 Inter de Limeira - Paulista
Guaraní-PAR 1 x 0 Corinthians - Libertadores
Corinthians 2 x 0 Santos - Paulista
Ponte Preta 2 x 1 Corinthians Paulista
Mirassol 1 x 1 Corinthians - Paulista
Corinthians 4 x 1 Botafogo-SP – Paulista

Veja os 10 primeiros jogos oficiais do Corinthians em 2019:

Corinthians 4 x 2 Avenida - Copa do Brasil
Corinthians 2 x 1 São Paulo - Paulista
Corinthians 1 x 1 Racing Club - Copa Sul-Americana
Grêmio Novorizontino 1 x 0 Corinthians - Paulista
Ferroviário 2 x 2 Corinthians - Copa do Brasil
Palmeiras 0 x 1 Corinthians - Paulista
Corinthians 0 x 2 Red Bull Brasil - Paulista
Corinthians 1 x 0 Ponte Preta - Paulista
Guarani 2 x 1 Corinthians - Paulista
Corinthians 1 x 1 São Caetano - Paulista

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?