Protesto de organizadas do Corinthians ataca Andrés e cobra Luan

Tiago Salazar - São Paulo,SP

26-02-2020 18:08:43

A Gaviões da Fiel, a Estopim da Fiel e a Coringão Choop, três torcidas organizadas do Corinthians, comparecerem ao CT Joaquim Grava no fim da tarde desta quarta-feira para protestar contra o momento pelo qual passa o clube. A diretoria foi o alvo principal e quem mais pagou por isso foi o presidente Andrés Sanchez. Tiago Nunes e elenco também foram cobrados. Dos jogadores, apenas Luan foi citado nominalmente.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Por volta das 17h, três ônibus chegaram trazendo os torcedores. Sob chuva, cerca de 200 pessoas começaram a entoar palavras de ordem. Faixas foram estendidas. Bandeirões, fogos e bateria também foram utilizados.

De cara, os organizados deixaram clara a insatisfação com Andrés Sanchez e também com Duílio Monteiro Alves e Vilson Meneses, homens fortes da diretoria de futebol. Os torcedores pediram a saída imediata do trio.

O evento durou aproximadamente 40 minutos. Veja, abaixo, os cânticos entoados durante o protesto:

"Cadê o planejamento?"

"Time sem vergonha"

"Andrés, c..., fora do Timão"

"Puta, que saudade, quando o Corinthians jogava com vontade"

"Alô, Andrés, vsf, o Coringão não precisa de você"

"Cadê a transparência?"

"Muito dinheiro jogado fora nesse elenco que não sabe jogar bola"

"É raça! Só queremos raça!"

"Joga com raça que a Fiel está com vocês".


Ainda nesta quarta-feira, o Corinthians entra em campo para enfrentar o Santo André, equipe do ABC que briga pela liderança geral do Campeonato Paulista, na Arena, a partir das 21h30 (horário de Brasília).

O Timão é o segundo colocado do Grupo D, com oito pontos, e vem de derrota para o Água Santa, fora de casa.

Deixe seu comentário