Gazeta Esportiva

Acerto entre Corinthians e meia Matheus Pereira fica mais difícil; entenda

Marina Bufon - São Paulo,SP

22/01/23 | 10:19 - 22/01/23 | 10:26

A negociação envolvendo o Corinthians e o meia-atacante Matheus Pereira sempre foi vista como difícil.

Nos últimos dias, porém, um acerto verbal entre as partes teria acontecido, restando apenas a liberação do Al-Hilal, da Arábia Saudita, atual time do brasileiro.

É aí que a situação se complica. Segundo apurado pela Gazeta Esportiva, os árabes gostariam de um empréstimo de apenas quatro meses neste momento, o que não interessa ao Timão, que desejaria poder contar com o meia até o final do ano.

Ao que tudo indica, Matheus deve ser emprestado por esse curto período ao Al Wahda, dos Emirados Árabes.

Desde a última quinta-feira, as conversas entre Corinthians e jogador haviam avançado de forma positiva. A ideia era de um empréstimo, com salários pagos pelo Alvinegro.

A entrada do Al Wahda na história, na noite do último sábado, porém, jogou um balde de água fria na negociação. O estafe do jogador afirma que não pode comentar nada relacionado a isso no momento.

A informação do interesse e avanço nas negociações foi dada inicialmente pelo jornalista Samir Carvalho e confirmada pela reportagem. Já o acerto com o Al Wahda foi noticiado por André Hernan.

Mesmo assim, a retomada das conversas com o Corinthians e um eventual negócio fechado não estão descartados para um futuro próximo.


Matheus Pereira, de 26 anos, nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, e iniciou a carreira ainda jovem em times menores da região.

Em 2010, com 14 anos, mudou-se para Portugal e acabou interessando ao Sporting e por lá ficou até 2020, atuando tanto nas categorias de base quanto no profissional. Ele tem cidadania portuguesa.

Depois de um empréstimo, o West Bromwich, da Inglaterra, resolveu comprá-lo em 2020 e, um ano depois, o Al-Hilal adquiriu-o por 18 milhões de euros (cerca de R$ 99 milhões, na cotação atual). Na temporada passada, ele atuou em 34 partidas, marcou três gols e deu 13 assistências.

Nesta semana, após rumores de que o Al-Hilal rescindiria seu contrato, o próprio meia utilizou as redes sociais para desmentir o fato, republicando uma notícia e escrevendo "fake news".

Na última quinta-feira, ele entrou no lugar de Cristiano Ronaldo no segundo tempo do amistoso entre o Paris Saint-Germain e um combinado entre Al-Nassr e Al-Hilal, o Riyadh All Star, e dividiu as opiniões nas redes sociais.

Deixe seu comentário