Tite vê Tardelli como “legado de Dunga” e compara Arthur com Jesus

São Paulo, SP

15-09-2017 13:26:35

O atacante Diego Tardelli e o volante Arthur foram duas das novidades de Tite na lista de convocados da Seleção Brasileira divulgada nesta desta sexta-feira. Segundo o treinador, o primeiro é um “legado do Dunga”, enquanto o segundo foi comparado com Gabriel Jesus.

Esta é a primeira vez que o técnico chama a dupla desde que assumiu o comando da Seleção, em junho de 2016, e a sua oitava convocação, a sexta pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Tardelli, atualmente no chinês Shandong Luneng, era nome praticamente certo nas listas do antecessor de Tite. As más lembranças que o treinador tem do atacante, inclusive, ajudaram na escolha.

“O Diego Tardelli tem uma história dentro da Seleção muito boa. É um legado do Dunga em suas convocações, sempre jogando bem. Enfrentei no Atlético-MG e era um terror jogar contra. Números extremamente expressivos. Nos últimos quatro meses, foram 13 jogos e 11 gols marcados. Joga de externo ou por dentro”, explicou Tite, em entrevista coletiva concedida na sede da CBF, no Rio de Janeiro.

Questionado sobre o gremista Arthur, Tite confessou ficar impressionado com a maturidade do jogador de 21 anos durante o duelo com o Botafogo, na última quarta-feira, no Estádio Nilton Santos, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores.

“Quando fui para o jogo, eu quis ver a atmosfera. É o lado da emoção, do peso do jogo. Você consegue dimensionar. É um garoto jogando com uma naturalidade, fora de casa, com nível de concentração muito alto”, avaliou.

“Não posso fechar as portas para um atleta num setor em que ele é importante, mesmo sendo jovem. Não sei se daqui a nove meses ele terá uma confirmação. Ele tem uma expectativa futura. Sempre comparo com o Gabriel Jesus”, encerrou.

Já classificado para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, o Brasil também tem garantido o primeiro lugar das Eliminatórias Sul-Americanas, com 37 pontos ganhos em 16 partidas. A Seleção encerra sua participação no torneio contra Bolívia, em La Paz, e Chile, no Palestra Itália, nos dias 5 e 10 de outubro, respectivamente.


Deixe seu comentário