Futebol/Bastidores

Em depoimento, Neymar diz que assessores publicaram vídeo com fotos íntimas

São Paulo , SP
07/06/2019 16:50:28

Em: Bastidores, Brasil, Futebol, Futebol Francês, Futebol Internacional, Notícias, Paris Saint Germain
Neymar é investigado por crime de internet (Foto: Mauro Pimentel / AFP)

Em depoimento prestado na noite da última quinta-feira, Neymar teria admitido que gravou a primeira parte do vídeo publicado em seu Instagram horas depois da acusação de estupro vir à tona, no qual aparece negando o suposto crime, mas que uma pessoa de sua assessoria, em conjunto com um técnico de informática, foram responsáveis por anexar ao material as imagens da conversa com a modelo Najila Trindade Mendes. A informação foi dada pelo portal G1.

O astro do Paris Saint-Germain está sendo investigado por crime de internet. Quando o vídeo foi divulgado na rede social, nome, rosto e fotos íntimas de Najila acabaram sendo expostas. O atleta ainda teria dito que não possui conhecimento técnico da ferramenta para juntar o vídeo gravado por ele e as mensagens.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Ainda no depoimento realizado na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), no Rio de Janeiro, o jogador teria admitido a ordem para liberar o teor da conversa, mas que orientou os integrantes de sua assessoria para que borrassem o nome da modelo e suas fotos íntimas. Algumas partes, porém, vazaram.

Ainda segundo a publicação, Neymar apresentará seu assessor e o técnico em informática, que devem ser intimados a prestar depoimento. Todos são investigados por veicular imagens íntimas de Najila, crime que prevê pena de um a cinco de anos de prisão.

Mesmo assim, Neymar entrgeou o celular para a perícia. Ao delegado Pablo Sartori, o atleta teria mostrado toda a conversa, e apresentou uma ata notarial (documento feito por um cartório para atestar veracidade) para confirmar o vídeo.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com