Andreas admite dificuldade de se manter na Seleção até a próxima Copa

São Paulo, SP

04-09-2018 07:00:06

Andreas Pereira é uma das novidades de Tite para o ciclo da Seleção Brasileira que se inicia após a frustrante campanha da Copa do Mundo da Rússia. O meio-campista de 22 anos não esconde sua satisfação pela oportunidade e já se coloca à disposição para jogar onde o treinador preferir.

''Acho que sou um meio-campista que posso jogar como primeiro volante, segundo (volante) ou camisa 10. Vou dar meu melhor e estou muito feliz. Quero conquistar essa posição'', avisou o jogador do Manchester United, que apesar da ascensão não esconde sua preocupação com o tamanho do desafio que tem pela frente.

“Em quatro anos pode mudar muita coisa. Nesse início de ciclo estamos aqui, pode ser que em quatro anos tenham caras diferentes no grupo. Para se manter no maior nível por quatro anos é muito difícil, tem que ter muito foco, porque é muito difícil ficar quatro anos nesse ciclo. Só os melhores mesmo”, opinou.


Nascido em Duffel, na Bélgica, Andreas nunca atuou por um clube brasileiro. Se formou no PSV, se tornou profissional nos Diabos Vermelhos da Inglaterra e jogou emprestado no Granada e no Valencia. Nada disso, porém, o afastou da Seleção Brasileira.

“Para mim, sempre estava na cabeça, sempre quis defender o meu país, o Brasil. Foi dolorido (a eliminação da Rússia), porque na época eu estava machucado, tratando na Bélgica. Foi dolorido assistir a Bélgica ganhar, mas a gente tem que erguer a cabeça”, comentou.

Nessa sexta-feira, o Brasil fará amistoso contra os Estados Unidos, em Nova Jersey. Quatro dias depois, enfrentará o El Salvador em outro amistoso. Andreas vive a expectativa de estrear com a camisa canarinho, mas, defender a Seleção não chega a ser uma novidade, já que o jovem foi titular da equipe vice-campeão mundial Sub-20 em 2015.

Leia também:
Com 20 dos 23 convocados, Seleção treina pela 1ª vez após a Copa
Richarlison não esconde empolgação com a Seleção e já promete dança

“É importante, você já sabe o que vai vir, está mais preparado. Eu joguei a Copa (do Mundo) Sub-20, tive sorte porque tive uma base pela Seleção, estou mais preparado e quero mostrar isso dentro de campo. Isso ajuda muito”, explicou.

SeleSantos
A ligação de Andreas Pereira com o Brasil não se restringe apenas ao sonho do meio-campista em defender a Seleção. O jogador também revelou sua intenção de jogar pelo Santos, seu time de coração. O clube praiano não perdeu a oportunidade e mandou uma camisa para Andreas de presente, com seu nome gravado abaixo do número 15.

 

Deixe seu comentário