Futebol/Brasileiro Série B

Brasil de Pelotas demite Clemer após má campanha na Série B

São Paulo , SP
17/06/2018 21:18:02

Em: Bastidores, Brasil de Pelotas, Brasileiro Série B, Futebol, Notícias
Clemer estava a frente do clube desde 2017 (Foto: Divulgação/GEB)

O Brasil de Pelotas anunciou na tarde deste domingo a demissão do treinador Clemer. Além dele, a diretoria também dispensou o gerente executivo Vinicius Sinott, os auxiliares José Leão e Rubens Cardoso, e o preparador físico João Goulart.

Apesar de ter sido vice-campeão do Gaúcho deste ano, o time está na zona de rebaixamento do Brasileiro Série B, na 18ª posição, com 10 pontos. O Xavante venceu apenas duas partidas, empatou quatro e perdeu cinco vezes na competição, sendo que está sem vencer a quatro partidas, com duas derrotas e dois empates.

A última derrota do Brasil de Pelotas foi para o Fortaleza, na última sexta, por 2 a 0. Enquanto um novo comandante não assumir, o time será dirigido pelo técnico interino Gustavo Papa e auxiliado pelo ex-zagueiro Cirilo.

Clemer assumiu o GEB em julho de 2017 e salvou a equipe do rebaixamento da segunda divisão. Em 51 partidas como treinador do clube gaúcho, conseguiu 19 vitórias, 14 empates e 18 derrotas. Antes de chegar, passou pelas categorias de base do Internacional e foi auxiliar técnico no Colorado.

Na próxima rodada, o Brasil de Pelotas será contra o Criciúma, nesta quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), no Estádio Bento Freitas.

Confira a nota na íntegra:

“A Direção do GE Brasil, em virtude do atual momento do clube na Série B do Campeonato Brasileiro e após análise interna, comunica o desligamento do técnico Clemer Silva, dos auxiliares José Leão e Rubens Cardoso, do preparador físico João Goulart, e de Vinicius Sinott, gerente executivo de futebol.

O clube agradece os serviços prestados por todos estes profissionais, os quais desde suas chegadas ao Bento Freitas conduziram seus trabalhos de forma honrosa. Neste período, conquistamos a permanência na Série B, em 2017, e neste ano o vice-campeonato Gaúcho e a Taça da Copa Centenária FGF. O Brasil deseja sorte na sequência das carreiras destes profissionais.”