Contusões, jovens e vida extracampo: os problemas de Erazo no Galo

do correspondente Marcellus Madureira - Belo Horizonte,MG

06-07-2017 08:00:31

Erazo não tem motivos para sorrir em 2017 (Foto: Bruno Cantini/Atlético MG)

Em 2016, Erazo era titular da Libertadores e chegou até o fim do ano sendo um dos homens importantes da zaga atleticana - embora criticado em vários momentos. Em 2017, entretanto, a vida do defensor não anda nada fácil. A atual realidade do jogador é estar entregue ao departamento médico, sem chances e fora dos planos e vendo os garotos da base pegando sua vaga.

Erazo terminou a última temporada na final contra o Grêmio. Ao término do ano, criticado, o equatoriano afirmou jogar "no sacrifício" para ajudar o Galo. Na virada do ano, a expectativa de ter dias melhores finalizou logo nos primeiros treinos: o zagueiro saiu do gramado da Cidade do Galo acusando dores no joelho no quarto dia de pré-temporada. De lá até hoje não conseguiu sair 100%.

O zagueiro voltou a ser relacionado dois meses depois, mas não entrou em campo. A partida de volta foi só em maio, contra o Sport Boys. Depois, outros dois jogos pelo Campeonato Brasileiro e atuações pra lá de questionáveis.

Sem poder contar 100% com Erazo, o Galo correu atrás de soluções caseiras. O jovem Gabriel já é uma realidade desde o ano passado. Mas novos nomes apareceram e ambos agradam o técnico Roger Machado. O principal deles é Bremer, utilizado no clássico contra o Cruzeiro, o garoto ganhou a confiança da comissão técnica e garantiu sua vaga na Copa Libertadores. Inclusive, vale ressaltar, o jovem entrou no lugar de Erazo, que não faz mais parte da lista.

A vida extracampo de Erazo também não colaborou com o jogador. No dia anterior à final do Campeonato Mineiro, Erazo se envolveu em uma briga doméstica e o caso virou um Boletim de Ocorrência da Polícia Militar que foi divulgado nas redes sociais.

Com tantos problemas, o nome de Erazo apareceu nas especulações no Rio Grande do Sul. Ele seria envolvido na negociação com Valdívia, mas o Inter preferiu não ter o zagueiro em Porto Alegre. Nos bastidores, o defensor pode procurar outro clube para jogar, mas há uma ausência de ofertas.

Diante de tudo isso, Erazo não faz mais parte dos planos. Encostado no Galo, oficialmente o clube responde que o jogador está em tratamento. Mas o nome do atleta sequer aparece no press kit, entregue a imprensa antes dos jogos.

Deixe seu comentário