Aguirre busca futebol bonito no Galo e avisa: “Queremos ganhar tudo”

Do correspondente Gustavo Aleixo - Belo Horizonte,MG

08-01-2016 22:13:13

Durante sua apresentação como novo técnico do Galo, em dezembro do ano passado, Diego Aguirre manifestou o seu desejo de conquistar seu primeiro grande troféu como treinador no Brasil. Na ocasião, o presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, também chegou a destacar que a vontade do uruguaio em alcançar títulos motivou a diretoria atleticana a contratar o comandante estrangeiro.

Pouco mais de um mês após sua chegada, Aguirre se aproxima do final da sua primeira semana de treinos no Galo e mantém o desejo por títulos bastante claro. Em entrevista coletiva nesta sexta, o treinador destacou que objetiva ganhar tudo com o Atlético-MG, preconizando um futebol moderno e bonito em sua passagem pelo clube mineiro.

“Temos o objetivo que é ganhar tudo. Para isso, temos que ter um time ofensivo, um time com convicção, que pressiona muito pela bola, mas que também temos que ter um time que não sofra muitos gols. Normalmente quem sai campeão é aquele que sofre menos gols. O fundamental é ter um time equilibrado. O Atlético tem grandes jogadores e podemos fazer um futebol bonito, moderno e conquistar os objetivos. Confiamos que os jogadores vão dar uma resposta positiva”, disse o treinador, que comentou brevemente sua primeira semana no Galo.

“A primeira semana tem sido muito boa, tenho gostado da atitude dos jogadores que tem ajudado muito e tem se esforçado em todos os treinos. É maravilhoso treinar neste centro de treinamento. É algo maravilhoso e que motiva todos”, acrescentou.

Novo treinador do Galo, Aguirre iniciou nesta semana seus trabalhos pelo clube mineiro (Bruno Cantini/CAM)
Aguirre iniciou nesta semana seus trabalhos pelo clube mineiro (Bruno Cantini/CAM)

Procurando implantar sua filosofia no elenco atleticano, Aguirre pretende manter uma das principais características da equipe alvinegra nos últimos anos: o fato de os jogadores jamais desistirem. O treinador ainda relembra os duelos contra o Galo, pela Libertadores de 2015, quando ainda comandava o Internacional, para salientar os pontos que mais lhe chamavam a atenção no Atlético-MG naquela época.

“Para mim, os jogos entre Inter e Atlético foram os melhores do ano. Foram espetaculares os rendimentos, e do Atlético nós esperamos o que aconteceu, um time intenso, com muita personalidade, com muita vontade e pressão em cima. Um time com jogadores de grande qualidade. Não fiquei surpreso, porque temos observado o Atlético, as grandes vitórias e talvez a característica mais impressionante é que o Atlético entra no jogo e nunca desiste. Pode estar perdendo por um, dois gols, mas o time sempre vai para cima, tem muita raça, muito coração e isso temos que manter”, destacou.

Deixe seu comentário