Futebol Internacional/Bastidores

Simeone elogia Messi e ressalta importância da Argentina ser um time

São Paulo , SP
25/06/2019 15:57:39

Em: Argentina, Atlético de Madrid, Bastidores, Futebol Internacional

Depois de ser duramente criticado pelo holandês Louis van Gaal, Lionel Messi foi defendido por Diego Simeone. O técnico do Atlético de Madrid concedeu entrevista ao jornal La Nación e rasgou elogios ao camisa 10 da Argentina e do Barcelona. De acordo com o treinador, o jogador só pensa em ganhar e fazer gols.

“O que faz de Messi excepcional é que não se importa com absolutamente nada. Ele só quer ganhar e fazer gols. Você o coloca num 4-4-2 do Valverde, num 3-5-2 do Luis Enrique, num 4-3-3 à direita com Guardiola ou como um falso nove, e ele joga. A única coisa que importa para ele é ter uma equipe em volta que pense em ganhar e ele em fazer gols”, afirmou o comandante do Atleti.

“Todos queimam a cabeça pensando que ele compete contra Maradona, contra a história… Eu acho que ele somente compete contra (Cristiano) Ronaldo, e essa competição tornou os dois melhores. Possivelmente ele quer se tornar campeão mundial, quer ganhar a Copa América, mas ele só compete contra Ronaldo para ver quem é o melhor hoje”, emendou.

Simoene elogiou Messi e disse que a Argentina precisa ser um time (Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP)

Ainda ao longo da entrevista, Simeone ressaltou a importância da seleção ser uma equipe. Mesmo recheada de bons jogadores, a Argentina raramente consegue ter uma cara de time. Para o treinador dos Colchoneros os últimos a conseguirem a organizarem minimamente a albiceleste foram Alejandro Sabella e Tata Martino.

“Foram muitos. Sabella foi o que esteve mais perto, Martino também esteve, e se avalia eles, foi onde apareceu uma cenografia de time. Martino marca um estilo de jogo, você via seu time jogar e sabia que era de tal maneira, e com Sabella isso era ainda mais claro. Eles foram os que mais perto chegaram. Então, você vê esses caras e eles jogam bem, mas o mais difícil é que sejam um time”, analisou.

A Argentina de Messi volta aos gramados nesta sexta-feira, às 16h00 (horário de Brasília), no estádio do Maracanã no Rio de Janeiro. A partida é válida pelas quartas de final da Copa América.