Brasileiros vencem entre cadeirantes

São Paulo, SP

31-12-2019 08:45:30

Os primeiros competidores que atravessaram a linha de chegada da 95ª Corrida Internacional de São Silvestre e se sagraram campeões nesta terça-feira, dia 31 de dezembro, foram Vanessa de Souza e Josenilton dos Santos. Na categoria cadeirante, em que a largada acontece mais cedo, os participantes fazem o mesmo trajeto de 15km, terminando na Avenida Paulista, em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero.

Com o tempo de 44min22s, Vanessa conquistou o tricampeonato da prova e ainda melhorou o tempo recorde, que já era seu. Diante de um resultado tão expressivo, a corredora, que vai disputar a Maratona de Dubai, em janeiro, buscando o índice paralímpico, comemorou mais uma conquista.

“Realmente a vitória foi sensacional. Fechei o ano com chave de ouro. Foi um ano muito difícil, muito trabalhoso. Eu senti muita dificuldade na Brigadeiro, parece que ela ficou mais longa, é a parte do percurso que a gente sofre muito. Agora é curtir o ano novo, e agradecer a todos pela torcida”, disse.

Josenilton conquistou o título pela primeira vez (Foto: Marcelo Baseggio/Gazeta Press)

Josenilton, por sua vez, se superou após uma São Silvestre de 2018 um pouco frustrante. Na oportunidade, ele teve um problema mecânico e, ainda assim, conseguiu chegar em segundo. Desta vez, obteve o lugar mais alto do pódio, mesmo sem os melhores equipamentos.

“Uma amiga falou para mim ontem que eu ia chegar em primeiro, mas eu respondi que tinha uns cabras melhores do que eu e com cadeiras melhores. Eu disse que era impossível terminar em primeiro, no máximo um segundo ou terceiro lugar. Quando vi que cheguei em primeiro, foi uma grande honra”, celebrou.

“Esse ano para mim é uma coisa inesquecível. Fui mais firme, melhorei o tempo em relação ao ano passado. Quero agradecer toda a organização do evento por essa linda corrida, que é uma das melhores do mundo”, completou o competidor que encerrou a prova em 55min51s.

 

Deixe seu comentário