Campeão da São Silvestre surpreende e afirma: “Em nenhum momento perdi a esperança”

Marcelo Baseggio - São Paulo,SP

31-12-2019 11:06:58


Kibiwott Kandie venceu a 95ª edição da Corrida de São Silvestre de maneira espetacular na manhã desta terça-feira. Aos 23 anos, o queniano deu um sprint nos últimos metros e ultrapassou Jacob Kiplimo, de Uganda, na última passada para não só subir no lugar mais alto do pódio, mas também quebrar o recorde da prova (42min59s) que durava desde 1995 e pertencia ao conterrâneo Paul Tergat (43min12s).

“Nunca vi algo parecido, mas estou muito grato pela experiência. Seria muito doloroso para mim perder a corrida do jeito que ele [Jacob Kiplimo] perdeu, porque ele ficou na frente até o último metro, mas nos últimos cinco metros eu intensifiquei o ritmo e consegui ganhar”, afirmou Kibiwott Kandie.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

De fato, o final da prova masculina foi bastante inusitado, mas não para o queniano de 23 anos, que garante ter se preparado duro para encarar os 15km entre subidas e descidas pela cidade de São Paulo no último dia de 2019.

“Eu me sinto bem, porque venci a corrida. Treinei o bastante para vencer, em nenhum momento perdi a esperança de ganhar a prova, continuei correndo, aumentando o ritmo, dando o máximo de mim. Quando vi, estava muito próximo dele. Desde o começo estava esperando ser o vencedor”, prosseguiu.

Mas não foi apenas a surpreendente vitória que marcou a passagem de Kibiwott Kandie por São Paulo. O queniano também não escondeu a alegria de poder receber tamanho carinho dos entusiastas da prova ao longo do circuito.

“A atmosfera no Brasil é muito boa, as pessoas torcem por você, te dão incentivo para você seguir correndo forte”, comentou. “O clima estava muito quente. Apesar de o circuito ser difícil, eu, que estou acostumado a treinar, acabei não tendo tantas dificuldades assim para chegar em primeiro”.

Deixe seu comentário