Brasileiras esperam que pódio da 96ª edição da São Silvestre sirva de inspiração para mulheres

São Paulo, SP

01-01-2022 07:00:20

Ao contrário do que acontece na maior parte das provas esportivas, o pódio da São Silvestre é ocupado por cinco atletas. Na 96ª edição da corrida de rua mais tradicional da América Latina, as brasileiras brilharam e preencheram três lugares no momento da premiação.

Jenifer do Nascimento foi a brasileira com maior destaque na edição de 2021, chegando na terceira colocação. Valdinele dos Santos Silva e Franciane dos Santos Moura também obtiveram bons resultados, terminando a prova na quarta e quinta posição, respectivamente.

Jenifer não escondeu a felicidade pelo seu desempenho na corrida, destacando a importância do pódio ser ocupado por três brasileiras.

“A São Silvestre é uma corrida difícil por conta do percurso, aquela subida enorme. Graças a Deus deu tudo certo e consegui ficar em terceiro lugar. É um sonho para mim ser pódio, estou muito feliz com o resultado. Gostaria de agradecer todos aqueles que torceram por mim”, disse Jenifer.

"Essa prova é muito disputada. Faz algum tempo que não tem um pódio brasileiro em peso. Ficou para a história, é um marco", completou.


Na sequência, a quarta colocada Valdirene falou sobre o peso que a São Silvestre tem para o atletismo brasileiro e exaltou o talento das fundistas do país. A corredora acredita que o resultado deste ano pode servir de inspiração a muitas mulheres.

“Estou muito feliz de conquistar um pódio. Realizei um sonho. Para quem acompanha a São Silvestre pela televisão como eu, chegar ao tão sonhado pódio é mais um objetivo conquistado. Estou feliz de representar o Brasil e fazer uma boa marca”, afirmou Valdirene.

"Eu acredito que, por tudo que passamos nos últimos dois anos, as brasileiras passaram a ter consciência de que nós temos muito talento. Eu e as meninas conversamos semanas antes e um pouco antes da prova que era importante fazer um trabalho de equipe. Nós sabemos da capacidade de cada uma. Espero que esse pódio inspire outras mulheres", adicionou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Por fim, Franciane, que ficou na quinta posição, celebrou o seu resultado na prova de rua mais prestigiada do Brasil.

“Deu tudo certo. Finalizar o ano com a quinta colocação na competição mais famosa do Brasil é maravilhoso. Estou muito feliz”, pontuou Franciane, que finalizou: "É uma alegria grande. Torcemos para cada uma dar o seu melhor e levar o Brasil no lugar mais alto do pódio. Estamos muito feliz".

A corrida desta sexta marcou o retorno da São Silvestre, já que a prova de rua mais tradicional da América Latina não foi realizada, devido ao estado crítico da pandemia. Nesta edição, foram adotados protocolos anticovid, como a recomendação do uso de máscaras na largada e na chegada e o limite de 20 mil inscritos.

Deixe seu comentário