Gazeta Esportiva |

Refugiados participarão da cerimônia de abertura das Olímpiadas de 2016

Em Bastidores, Mais Esportes, Olimpíadas 2016
Publicado em 28/01/2016 19:31:00 Compartilhe
São Paulo , SP
Thomas Bach jogou futebol com refugiados em visita ao campo de Eleonas, na Grécia (foto: Ian Jones/COI)
Thomas Bach jogou futebol com refugiados em visita ao campo de Eleonas, na Grécia (foto: Ian Jones/COI)

 

A cerimônia de abertura das Olimpíadas de 2016 terá convidados especiais. O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, revelou nesta quinta-feira que refugiados de diversas nacionalidades participarão do desfile que marcará o início das competições no Rio de Janeiro.

Em visita ao campo de refugiados Eleonas, em Atenas, na Grécia, Bach garantiu que pelo menos um refugiado participará do revezamento da Tocha Olímpica e que atletas refugiados serão convidados para desfilar na cerimônia de abertura, além de assegurar que a bandeira olímpica passará pelo campo de Eleonas.

“Um dos refugiados será convidado para carregar a Tocha. E a bandeira olímpica irá passar pelo campo e ser mostrada para os refugiados. Além disso, eles foram convidados para marchar com a bandeira olímpica no dia 5 de agosto”, declarou o presidente do COI à agência de notícias Associated Press.

O objetivo do COI com a ação é passar uma mensagem de esperança e alegria aos refugiados, ademais de alertar para a situação difícil vivida por estas pessoas que foram obrigadas a deixar seus países devido à guerra.

“Queremos dar um pouco de esperança para estes refugiados. Queremos dar a eles pelo menos um pouco de alegria nestas circunstâncias difíceis. Queremos dar a eles a oportunidade de conviver entre eles. Queremos mostrar que o mundo está preocupado com o problema dos refugiados”, concluiu Bach.

Comente