Gazeta Esportiva |

Após investir no Mineirinho, ministro libera verba para ginásio em MG

Em Mais Esportes, Olimpíadas 2016, Região Sudeste
Publicado em 21/03/2015 13:11:00 Compartilhe
GazetaEsportiva.net - Juiz de Fora , MG

Em viagem a Minas Gerais desde o fim da última semana, o ministro do Esporte, George Hilton, segue firme no objetivo de dar andamento a reformais estruturais que estavam paradas. Após anunciar um investimento de R$ 10 milhões para a modernização e reforma do Mineirinho, o mandatário, na última sexta, George, em visita a Juiz de Fora (MG), comprometeu-se em retomar e finalizar as obras do ginásio municipal, que tiveram início há cerca de uma década.

Cotada para acontecer juntamente com a reforma do Gigante da Pampulha, que foi repaginado entre 2013 e 2014 para receber a Copa do Mundo, a arena do Mineirinho não teve as atenções devidas por conta da falta de verba para o investimento. Com três eventos oficiais marcados para este ano, a instalação, enfim, vai receber os cuidados devidos. O ginásio sediará a final da Superliga Masculina, em 12 de abril, além de duas partidas da Seleção pela Liga Mundial no fim de maio, diante da Sérvia.

Se o complexo em Belo Horizonte já se encontra em uma situação mais promissora, Hilton agora garante que cuidará da situação do Ginásio Municipal de Juiz de Fora, que começou a ser construído em 2012, mas teve as obras paralisadas por conta da falta de verba. Em reunião na Câmara Municipal da cidade, neste sábado, o ministro anunciou, inclusive, que vai trabalhar na adaptação do campus da Universidade Federal de Juiz de Fora para, possivelmente, receber delegações nos Jogos Olímpicos Rio-2016.

Além de modernizar Mineirinho, ministro do Esporte garante que vai retomar obra em ginásio de Juiz de Fora
Além de modernizar Mineirinho, ministro do Esporte garante que vai retomar obra em ginásio de Juiz de Fora – Credito: Divulgação

“Técnicos do Ministério já estiveram aqui. Nós teremos o contrato com a Caixa Econômica reativado, o Ministério do Esporte deve aportar este ano um valor de R$ 5 milhões e a previsão é que até as Olimpíadas a gente consiga entregar o ginásio pronto”, disse. “A universidade é parceira do Ministério do Esporte em várias ações já concluídas e outras que vão acontecer neste ano”, acrescentou.

Por conta da falta de conclusão do projeto, que começou em 2012 orçado em R$ 20 milhões, a cidade de Juiz de Fora perdeu a oportunidade de ser uma das sedes do Mundial de Handebol Júnior, que acontecerá nas cidades do Triângulo Mineiro, neste ano de 2015.

Comente