Ecclestone aprova reformas no Autódromo de Interlagos: “Era o pior”

São Paulo , SP
05/11/2015 09:15:36 — 05/11/2015 09:20:19

Em: Fórmula 1, Motor

Ainda falta uma semana para o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, mas Bernie Ecclestone já está em São Paulo para organizar os detalhes para a penúltima etapa do ano. Na tarde de quarta-feira, o chefão da categoria máxima do automobilismo foi ao Autódromo de Interlagos para averiguar as reformas realizadas no circuito nos últimos meses. Ao lado do prefeito Fernando Haddad, o britânico se disse satisfeito com o que viu.

“Está muito bom. No ano passado, fiquei chateado com as críticas, mas tenho certeza que as equipes ficarão satisfeitas, há anos elas reclamam que Interlagos era o pior circuito do mundo, em termos de espaço para trabalhar. O pessoal vai ficar nas nuvens. Fizeram um ótimo serviço”, aprovou o mandatário.

"Praticamente brasileiro", Ecclestone ficou satisfeito com as reformas em Interlagos (foto: AFP)
“Praticamente brasileiro”, Ecclestone ficou satisfeito com as reformas em Interlagos (foto: AFP)

Para pôr fim às reclamações das escuderias, a prefeitura de São Paulo construiu uma área administrativa permanente para a equipes, além de um novo prédio, chamado Centro Operacional, com boxes mais altos para acomodar os funcionários da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). O paddock também foi alargado para acomodar melhor os equipamentos. As reformas, contudo, só serão concluídas em 2016. O plano é aumentar também o espaço dos boxes do circuito.

“Estamos aqui há mais de 40 anos, nunca perdemos um sequer. Espero continuar assim. Estamos acertando algumas coisas e as pessoas estão ficando mais interessadas, mas precisamos ficar globais para ganhar mais entusiasmo”, alertou Ecclestone.

Casado com a brasileira Fabiana Flosi há três anos e dono de uma fazenda de café na cidade de Amparo, o britânico não esconde o apreço pelo País. “Sou praticamente brasileiro”, brincou.