Em sua 25ª edição, Superliga masculina promete disputa acirrada por título

Mateus Videira - São Paulo,SP

17-10-2018 15:08:37

Edição especial e promessa de disputa intensa. São com essas referências que, nesta quinta-feira, na Zona Oeste de São Paulo, aconteceu o lançamento oficial da temporada 2018/2019 da Superliga Masculina de Vôlei. Com 12 equipes, a competição, com início marcado para o dia 24 de outubro, terá uma grande novidade em seu formato de disputa, já que os playoffs serão decididos em melhor de três jogos, no caso das quartas de final, e cinco nas semifinais e na grande decisão.

"Os clubes decidiram pela volta dos playoffs e a gente conseguiu articular essa mudança. Isso é algo que já teve na competição, mas há muito tempo estava fora. Nossa esperança é de que isso aumente a emoção do esporte, da Superliga, principalmente em confrontos entre equipes semelhantes no aspecto do nível do elenco e da qualidade", explicou Renato D´Ávila, superintendente de Competições de Quadra da CBV.


Apresentado pelo ex-jogador e campeão olímpico Carlão, o evento contou com representantes das 12 equipes que disputarão a 25ª edição. Junto com Sada Cruzeiro (MG) e Sesi-SP, dois últimos finalistas, concorrem ao título Sesc RJ, EMS Taubaté Funvic (SP), Fiat/Minas (MG), Vôlei Renata (SP), Corinthians-Guarulhos (SP), Caramuru Vôlei (PR), Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), São Judas Voleibol (SP) e São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (SP) e Vôlei UM Itapetininga (SP), que subiram da Superliga B.

Marcada para o dia 24 de outubro, a partida de abertura da temporada 2018/19 será realizada em Campinas, às 19h30 (de Brasília), entre o time da casa e o Cruzeiro, que passou por uma reformulação no elenco após a perda de pilares ao fim da última temporada, mas segue entre os principais candidatos para mais uma conquista.

"Tenho certeza que será uma temporada muito competitiva. Sabemos da qualidade dos nossos adversários, da ambição deles de tentar nos desbancar, e da dificuldade que será manter o posto de campeão, principalmente porque algumas equipes se reforçaram muito. Temos um elenco renovado, que precisa ainda de alguns ajustes, mas vamos brigar por coisas grandes", disse Marcelo Mendez, técnico da equipe mineira.

Após o evento de lançamento, houve um encontro entre técnicos, capitães e alguns jogadores junto com representantes da arbitragem para que fossem sanadas eventuais dúvidas quanto as regras e situações corriqueiras que podem acontecer em quadra. Assim como na última temporada, a Superliga terá o sistema de desafio à disposição em todos os jogos das semifinais e da decisão.

Deixe seu comentário