Mais Esportes/Vôlei

Cruzeiro vence Zenit Kazan e avança à final do Mundial de Clubes

São Paulo , SP
07/12/2019 21:09:21

Em: Cruzeiro, Mais Esportes, Notícias, Vôlei

O Cruzeiro está na final do Mundial de Clubes de vôlei, disputado na cidade de Betim (MG). Neste sábado, o time azul bateu o Zenit Kazan, da Rússia, por 3 sets a 0, pela semifinal do torneio, e deu mais um passo na busca pelo tetracampeonato. As parciais foram de 25/21, 25/22 e 25/23.

O francês Ngapeth foi o maior pontuador da partida, com 17 acertos. Facundo Conte marcou 16, com 74% de eficiência no ataque. Outro destaque foi o oposto Evandro, que fez 13 pontos e assumiu o posto de atacante mais eficiente da competição, com média de 59,7.

Cruzeiro garantiu vaga na final ao derrotar equipe russa (Foto: Agênciai7/Sada Cruzeiro)

Após a partida, o técnico Marcelo Mendez comemorou muito a classificação. “Conseguimos anular as peças fundamentais deles. Hoje taticamente jogamos muito bem, e o mais importante foi a entrega dos jogadores, que trabalharam muito bem no saque, no ataque e mostraram muita vontade de vencer este time fortíssimo, que é o Zenit Kazan, com atletas de seleção francesa, búlgara e russa. Estão todos de parabéns. Agora temos que pensar em descansar um pouco e nos preparar para a decisão, que será muito difícil”, disse o comandante da Raposa.

O ponteiro e capitão Filipe também valorizou o espírito da equipe cruzeirense. “O Kazan já veio aqui várias vezes, é uma grande equipe, com orçamento milionário, mas mesmo neste momento de reconstrução, de reformulação do grupo, é difícil vencer a nossa equipe. Aqui nós também temos atletas que querem também mostrar o seu valor, uma equipe competente, capacitada, da comissão técnica a todos que estão envolvidos com este time. Eu acho que esta equipe tem este diferencial. Agora vamos nos preparar para a final”, declarou o jogador.

A decisão do Mundial de Clubes acontece na manhã deste domingo, às 12h30 (de Brasília). O adversário do Cruzeiro será o Lube Civitanova, da Itália, que derrotou Al-Rayyan, do Catar, também por 3 a 0, com parciais de 25/15, 25/17 e 25/22.