Murray confirma favoritismo, vence Simon e vai à final em Xangai

São Paulo, SP

15-10-2016 11:03:31

Vice-líder do ranking mundial, Andy Murray não deu chance à zebra e avançou à final do Masters 1000 de Xangai. O britânico despachou o francês Gilles Simon, 32º da ATP, em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/3.

O que mais chamou a atenção no primeiro set foi a grande inconsistência dos tenistas em seus saques. Dos dez games disputados, em sete deles quebras de serviço foram aplicadas.

Leia mais:

Murray torce para que Federer e Nadal recuperem a boa forma em 2017

Logo no primeiro game de jogo, Simon quebrou o serviço de Andy e abriu 2 a 0. Porém, a vantagem durou pouco, pois logo depois o britânico devolveu o break e equilibrou a partida. Murray ainda conseguiu outras três quebras na parcial, em comparação a duas do francês, e saiu na frente.

No segundo set, Murray quebrou o serviço de Simon no segundo e no sexto games, abrindo 5 a 1 e tendo a chance de sacar para o jogo. Porém, Gilles devolveu uma das quebras e se manteve vivo no confronto. Na segunda oportunidade de servir para o jogo, Murray não titubeou e garantiu a classificação à final.

Com a vitória, Andy tenta o quinto título de ATP da temporada. Em 2016, o britânico conquistou os ATPs 500 de Queen's e Pequim, o Masters 1000 de Roma e Wimbledon. Além disso, faturou o ouro olímpico no Rio de Janeiro.

Na grande final, Murray encara o espanhol Roberto Bautista Agut, que eliminou o número 1 do mundo e favorito ao título, Novak Djokovic. A decisão acontece neste domingo.

Deixe seu comentário