Tênis

“Depois de dois anos, joguei uma partida sem dor”, afirma Djokovic

São Paulo , SP
17/04/2018 11:46:26

Em: Mais Esportes, Tênis
Djokovic após a vitória na estreia em Monte Carlo (Foto: VALERY HACHE / AFP)

A carreira de Novak Djokovic pode ter mudado após a vitória da última segunda-feira na estreia de Monte Carlo. O sérvio teve uma de suas melhores atuações na carreira diante do seu compatriota Dusan Lajovic e com isso, o ex-número um do mundo afirmou estar confiante já que não sente mais incômodos quando entra em quadra.

“Depois de dois anos, finalmente posso jogar sem dor. A intervenção foi bem feita e pude voltar às quadras cinco semanas depois que aconteceu a cirurgia. Isso é algo incrível, tenho muito a comemorar. Eu ainda não estava fisicamente pronto para jogar. Por isso, entrar em quadra em Indian Wells e Miami foi uma situação muito difícil pra mim”, afirmou o sérvio.

Djokovic também aproveitou para elogiar o retorno de Marian Vadja à equipe de treinadores. “Eu senti falta de Marian, isso é evidente. É como uma nova primeira vez para nós dois. Nós dois gostamos muito dos últimos dez dias de treinos que tivemos em preparação para Monte Carlo. Ele é um amigo e me conhece melhor do que qualquer técnico com quem eu já trabalhei, é alguém com quem posso compartilhar muitas coisas, seja na vida profissional ou sobre a vida pessoal”.

“As decisões que tome quanto a Radek (Stepanek) e Andre (Agassi) não afetam nossos relacionamentos pessoais. A separação era melhor tanto para mim e quanto para eles, isso posso dizer. Eu não sabia qual caminho seguir e não queria que isso os afetasse de alguma maneira”, finalizou o sérvio.

A confiança de Djokovic não é a toa. Diante de Lajovic, o ex-número um do mundo não deu chance nenhuma para seu compatriota ao jogar um nível de tênis que não demonstrava a muito tempo. Além de voltar a ser extremamente eficiente no fundo de quadra, Nole teve um forehand agressivo e consistência no serviço, jogando com variação nos poucos momentos de quebra a favor do oponente desta segunda-feira.

Na próxima rodada, Djoko enfrentará Borna Coric, jovem tenista croata que ficou muito perto de eliminar Roger Federer no Masters 1000 de Miami de Indian Wells este ano. |Esta será apenas a segunda vez que os dois irão se enfrentar, sendo que a primeira oportunidade foi há dois anos no Masters 1000 de Miami, com vitória do ex-número um do mundo.