Raikkonen é pole, quebra jejum e Ferrari faz dobradinha em Mônaco

São Paulo, SP

27-05-2017 10:04:05

Na manhã deste sábado foi realizado o treino classificatório para o Grande Prêmio de Mônaco, sexta prova da temporada de 2017 da Fórmula 1. Após liderar o segundo e o terceiro treinos livres, a Ferrari manteve o domínio no Principado, e Kimi Raikkonen foi o mais rápido, garantindo a pole position.

Com o tempo de 1min12s178, o finlandês marcou o melhor tempo do fim de semana e o recorde da pista. Além disso, o campeão mundial de 2007 quebrou um jejum de 128 corridas sem largar na primeira colocação, já que a última vez havia sido na França em 2008.

A segunda colocação ficou com Sebastian Vettel, com 1min12s221, garantindo a dobradinha da Ferrari em Mônaco. A terceira posição foi de Valtteri Bottas, que tirou tudo de sua Mercedes, com o tempo de 1min12s223. A segunda fila foi completada por Max Verstappen, da Red Bull, com 1min12s496.

O destaque negativo da classificação ficou por conta de Lewis Hamilton. Com problemas de aderência em sua Mercedes, o tricampeão acabou cometendo erros durante as voltas rápidas do Q2, não marcando bons tempos. Após a batida de Stoffel Vandoorne no final, a segunda parte foi interrompida, e o britânico não teve mais chance de tentar melhorar sua colocação, ficando em 14º.

Quem também não teve uma classificação boa foi Felipe Massa. Após passar raspando ao Q2, o brasileiro também acabou atrapalhado pela batida de Vandoorne e teve que se contentar com a 15º colocação. Já o belga da McLaren largará em décimo. Jenson Button, por sua vez, após ter um problema de motor, acabou perdendo 15 posições no grid e, apesar de fazer o nono tempo, sairá em último. Assim, cada piloto que fez um tempo pior do que o britânico ganhará uma colocação.

Q1

A primeira parte do treino classificatório mostrou uma batalha entre Ferrari e Red Bull pelas primeiras colocações. Apesar de Max Verstappen ter marcado o melhor tempo, a escuderia italiana voltou a mostrar sua potência em Mônaco.

Mesmo avançando sem problemas, a Mercedes não vem apresentando um bom desempenho, e Lewis Hamilton passou apenas com o décimo tempo. Já Felipe Massa, que também não está tendo o melhor fim de semana com a Williams, avançou ao Q2 apenas na 14ª colocação.

Esteban Ocon, que sofreu uma batida na final do último treino livre, conseguiu ir à pista na metade do Q1, após o rápido trabalho da Force India. Mesmo assim, o francês não conseguiu avançar, assim como Jolyon Palmer, Lance Stroll, Pascal Wehrlein e Marcus Ericsson, que viu sua Sauber ter problemas e largará na última fila.

Q2

Ferrari e Red Bull continuaram sem problemas para avançar, assim como Valtteri Bottas, que levou sua Mercedes tranquilamente à última parte do treino. Já Lewis Hamilton, que cometeu erros durante as voltas rápidas, reclamou muito da aderência de seu carro e não conseguiu anotar uma boa volta. Assim, o tricampeão sairá apenas na 14ª colocação.

Um destaque positivo do treino foi o desempenho da McLaren. Pela primeira vez, Stoffel Vandoorne se classificou ao Q1, após avançar na sétima colocação, seguido por Jenson Button, que foi o décimo. Apesar da boa performance, o campeão mundial de Button largará na última colocação, após ter problemas no motor e perder 15 posições no grid.

Faltando menos de um minuto para o fim do treino, Vandoorne, que tentava melhor ainda mais seu tempo, bateu, e o Q2 foi finalizado. Com isso, Felipe Massa não teve chance de lutar por uma melhor classificação, e foi apenas o 15º. Ficaram pelo caminho Daniil Kvyat, Nico Hulkenberg, Kevin Magnussen, Lewis Hamilton e Felipe Massa.

Hamilton não conseguiu passar do Q2 (Foto: Pascal Guyot/AFP)

Q3

Apesar da Mercedes de Bottas e da Red Bull de Verstappen e Ricciardo lutarem pela pole position, a Ferrari foi soberana, e garantiu a dobradinha, com Kimi Raikkonen marcando o melhor tempo do circuito e voltando a largar na primeira colocação após nove anos. Vettel fez a segunda melhor marca.

Apesar do bom desempenho de Button ao ficar em nono, o britânico sairá em último, após perder 15 posições por conta de um problema no motor. O piloto faz sua primeira corrida na temporada de 2017 da Fórmula 1, após ser convidado pela McLaren para substituir Fernando Alonso na prova, que preferiu disputar as 500 Milhas de Indianápolis. Já Vandoorne, após a batida, não conseguiu voltar à pista e ficou com o décimo lugar.

Confira abaixo a classificação para o GP de Mônaco.

1: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari): 1min12s178
2: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari): 1min12s221
3: Valtteri Bottas (FIN/Mercedes): 1min12s223
4: Max Verstappen (HOL/Red Bull): 1min12s496
5: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull): 1min12s998
6: Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso): 1min13s162
7: Sergio Perez (MEX/Force India): 1min13s329
8: Romain Grosjean (FRA/Haas): 1min13s349
9: Jenson Button (GBR/McLaren): 1min13s613*
10: Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren): 1min13s476**
11: Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso): 1min13s516
12: Nico Hulkenberg (ALE/Renault): 1min13s628
13: Kevin Magnussen (DIN/Haas): 1min13s959
14: Lewis Hamilton (GBR/Mercedes): 1min14s106
15: Felipe Massa (BRA/Williams): 1min20s529
16: Esteban Ocon (FRA/Force India): 1min14s101
17: Jolyon Palmer (GBR/Renault): 1min14s696
18: Lance Stroll (CAN/Williams): 1min14s893
19: Pascal Wehrlein (ALE/Sauber): 1min15s159
20: Marcus Ericsson (SUE/Sauber): 1min15s276

*Perderá 15 posições no grid de largada

** Perderá três posições no grid após choque com Massa no GP da Espanha

Deixe seu comentário