Mais Esportes/Bastidores

Chileno é eleito presidente da Odepa; Nuzman cai no primeiro turno

São Paulo , SP
26/04/2017 11:51:54 — 26/04/2017 14:48:09

Em: Bastidores, Mais Esportes

Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) desde 1995, o carioca Carlos Arthur Nuzman foi derrotado na eleição para presidir a Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa), realizada na manhã desta quarta-feira, em Punta del Este, Uruguai. Nuzman não chegou nem ao segundo turno da votação.

Logo na primeira parte do pleito, o brasileiro ficou empatado com o chileno Neven Ilic Álvarez na segunda colocação, com 14 votos cada um. Na desempate entre os dois candidatos, Ilic levou a melhor e disputou o turno final com José Joaquín Puello, da República Dominicana, vencendo por 26 a 25. Novo presidente de Odepa, o chileno comandará os preparativos para os Jogos Pan-Americanos de 2019, em Lima, principal evento organizado pela entidade.

Nuzman foi o presidente do COB durante a realização dos Jogos do Rio 2016 – a primeira Olimpíadas em solo sul-americano (Foto: Sebastian Feval/AFP)

No encontro em Punta del Este, Puello conquistou 23 votos e quase se elegeu sem a necessidade de um segundo turno – a quantidade mínima necessária é de 26 votos. No pleito final, porém, o dominicano não conseguiu angariar os votos recebidos por Nuzman no primeiro turno e acabou derrotado. Vencedor, Ilic substituirá o uruguaio Julio Cesar Maglione, que ocupava a presidência da entidade de maneira interina desde a morte do mexicano Mario Vázquez Raña, em 2015.

Aos 55 anos, Ilic foi diretor da Federação Chilena de Tênis entre 2000 e 2004, quando assumiu seu primeiro mandato como presidente do Comitê Olímpico do país. Com seu trabalho reconhecido, foi reeleito para o cargo em três eleições seguidas, em 2008, 2012 e 2016.