Mais Esportes/Surfe

Medina dá show, garante primeira nota 10 da etapa e avança na repescagem

São Paulo , SP
14/05/2016 12:52:31 — 14/05/2016 16:39:18

Em: Mais Esportes, Surfe
Aéreo de Gabriel Medina garantiu a primeira nota 10 da etapa (Foto: WSL / Daniel Smorigo)
Aéreo de Gabriel Medina garantiu a primeira nota 10 da etapa (Foto: WSL / Daniel Smorigo)

Os brasileiros se deram bem na manhã deste sábado pela segunda rodada da etapa do Rio de Janeiro do Circuito Mundial de Surfe. As baterias foram protagonizadas pelos atletas que acabaram sendo derrotados na estreia e que agora buscavam avançar através da repescagem. O atual campeão mundial Adriano de Souza, Gabriel Medina, Miguel Pupo e Caio Ibelli garantiram vaga na terceira rodada ao vencerem seus confrontos, que desta vez foram realizados na praia da Barra da Tijuca após início das competições em Grumari.

Adriano de Souza foi o primeiro integrante da Brazilian Storm a entrar na água. O atual campeão mundial confirmou seu favoritismo diante do conterrâneo Bino Lopes e com uma nota 13, levou a melhor diante do adversário, surfista convidado pelo evento, que terminou a bateria com 4.96. Logo em seguida foi a vez de Deivid Silva eliminar o líder da temporada, Matt Wilkinson, fazendo o australiano ir às lágrimas por não engatilhar mais um bom resultado depois do sucesso na perna australiana.

Assim como Adriano de Souza, Gabriel Medina também teve de decidir sua classificação contra um brasileiro. O adversário do campeão mundial de 2014 foi Alex Ribeiro, estreante no WCT e que não conseguiu fazer frente a um dos ídolos do esporte no Brasil. Com um aéreo sensacional, Medina garantiu a primeira nota 10 da etapa, além de sua classificação para a terceira rodada. “Tenho treinado bastante esta manobra, e hoje saiu perfeito”, comemorou o campeão mundial de 2014.

Caio Ibelli também avançou após superar Jadson Andre, outro brasileiro que volta de contusão e que não conseguiu emplacar boas ondas na repescagem.

Miguel Pupo foi o último brasileiro da manhã deste sábado classificado para a terceira rodada. O surfista de Maresias protagonizou uma disputa acirrada com Adrian Buchan, mas conseguiu uma maior pontuação em sua última onda no Postinho para avançar. Já Wiggolly Dantas não teve a mesma sorte que seu compatriota e deu adeus a competição ao ser derrotado pelo australiano Stuart Kennedy.

A organização da etapa ainda não divulgou se a competição irá continuar neste sábado. Eles analisam as condições do mar que, após sinalizar condições no início da manhã, deu uma baixada nas últimas baterias da repescagem masculina.