Gazeta Esportiva |

Golfista brasileira sobe no ranking e se aproxima das Olimpíadas do Rio

Em Mais Esportes, Olimpíadas 2016, Olimpíadas Destaque
Atualizado em 23/05/2016 - 19:58:18 Compartilhe
São Paulo , SP
Miriam Nagl ultrapassou a compatriota Victoria Lovelady no ranking (Foto: Divulgação/CBG)
Miriam Nagl ultrapassou a compatriota Victoria Lovelady no ranking (Foto: Divulgação/CBG)

 

A golfista brasileira Miriam Nagl ficou perto da vaga olímpica nesta segunda-feira. A atleta terminou na sexta colocação no PGA Halmstad Ladies Open at Haverdal, na Suécia, etapa do circuito de acesso ao Ladies European Tour (LET Access), e ganhou 14 posições no ranking mundial, passando para o 451º lugar.

Com o resultado na Suécia, Nagl ultrapassou a também brasileira Victoria Lovelady, que não passou da primeira fase no torneio e, por isso, perdeu duas posições no ranking, caindo para o 464º lugar geral. Na lista das golfistas que vão para a Olimpíada, Miriam aparece na 59ª colocação e Victoria na 60ª. As 60 atletas mais bem classificadas garantem vaga no Rio 2016.

Apesar de estarem na zona de classificação para os Jogos Olímpicos, as brasileiras poderiam estar melhores colocadas no ranking. Entretanto, com a entrada da norte-americana Gerina Piller no top 15 mundial, todas as outras golfistas caíram uma posição, porque Piller seria a terceira atleta dos Estados Unidos a se classificar para a Olimpíada e os países com golfistas entre os 15 melhores podem levar até quatro atletas.

Entre os homens, Adilson da Silva perdeu uma posição no ranking olímpico, caindo para o 54º lugar. O golfista brasileiro terminou em quinto no Lombard Insurance Classic, etapa do Sunshine Tour, disputado na Suazilândia, na África, e não somou pontos para os rankings mundial e olímpico.

Lucas Lee, segundo melhor golfista brasileiro no ranking mundial, competiu no AT&T Byron Nelson, etapa do PGA Tour, no Texas, nos Estados Unidos, mas não passou da fase de corte. Rodrigo Lee ficou em 13º lugar no Abierto Mexicano de Golf, etapa do PGA Tour Latinoamérica, no México, enquanto Daniel Stapff terminou em 40º no mesmo torneio.

Terceiro melhor no ranking mundial, Alexandre Rocha disputou o BMW Charity Pro-Am, etapa do Web.com Tour, na Carolina do Sul, nos EUA, mas não teve um bom desempenho. O golfista ficou em 64º lugar e não somou pontos. Rocha busca uma vaga na Olimpíada do Rio de Janeiro.

Comente