Mais Esportes/Ciclismo

Froome garante inocência e não vê “legado manchado” com doping

São Paulo , SP
14/12/2017 12:12:00

Em: Ciclismo

Chris Froome, um dos principais ciclistas dos últimos anos, foi pego no doping, em decisão anunciada na última quarta-feira pela União Internacional de Ciclismo (UCI, na sigla em inglês). Flagrado com a substância Salbutamol em quantidade superior à permitida pelas regras, o britânico não acredita que sua reputação esteja manchada.

“Não vejo meu legado manchado. Entendo que as pessoas se surpreendam, mas sigo defendendo que não infringi as regras, não usei mais do que a quantidade permitida”, garantiu, em entrevista à BBC. Pelo regulamento, é considerado doping quantidades acima de 1000 ng/ml de Salbutamol.

Froome tem 32 anos (Foto: Jaime Reina/AFP)

A UCI não tirou Froome das competições após a revelação do caso, pois a substância utilizada pelo ciclista não está na lista daquelas que preveem suspensão preventiva imediata. Ele também não perdeu nenhum título até o momento. Chris é o atual campeão das Voltas da França e da Espanha.

“Vou me concentrar em ajudar no processo e na resolução da situação. Vou ceder todas as informações que possam ser úteis. Neste momento, não vou pensar nas possíveis consequências negativas”, concluiu.

O teste no qual Froome foi flagrado aconteceu em setembro, durante a Volta da Espanha, vencida por ele, inclusive. Ele foi notificado ainda naquele mês, mas a revelação ao público veio somente nesta semana, em comunicado da UCI. Além do troféu no país ibérico, o ciclista é quatro vezes campeão da Volta da França (2013, 2015, 2016 e 2017).