LBF 2019 começa com duelo entre atual campeão e estreante na liga

São Paulo, SP

08-03-2019 09:26:16

Depois de um longo tempo de espera para os fãs do basquete feminino, a bola vai voltar a subir pela LBF. A edição 2019 do principal torneio feminino da modalidade no país começa nesta sexta-feira (8), às 19 horas (Brasília), com o confronto entre SESI Araraquara e Vera Cruz Campinas, no ginásio Gigantão, em Araraquara (SP). A entrada é gratuita.

A data do início da temporada é uma das novidades deste ano - uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher, que também será a data inicial das próximas temporadas.

Estreante na LBF, o SESI Araraquara traz a cidade paulista de volta ao basquete de alto nível após 10 anos. A equipe mescla a juventude das pratas da casa com a experiência das já campeãs da LBF, Débora, Karen, Tati e Aline Moura, além da veterana ala-pivô Silvinha, que tem duas Olimpíadas no currículo. Fora das quadras, a equipe é supervisionada pela campeã mundial em 1994 e duas vezes medalhista olímpica em Atlanta-1996 e Sydney-2000, Roseli Gustavo – que também é tia de Silvinha e Karen.

“O campeonato vai ser muito complicado, pois os times contrataram bastante reforços e praticamente 90% das jogadoras que disputarão contra nós são atletas que jogam fora do país. No entanto, como fizemos poucas mudanças, a nossa equipe possui muito entrosamento, e isso irá nos favorecer”, comentou o técnico André Carrascoza, em comunicado do clube.

O Vera Cruz Campinas chega a 2019 para defender o título nacional. A equipe manteve a base campeã em 2018, mas perdeu jogadoras de garrafão, como as pivôs Monica Nascimento, Aline Moura, e Gil, que havia reforçado a equipe para o paulista. Para o setor, trouxe a pivô Ega, tricampeã da LBF que, aos 41 anos, é a jogadora mais experiente do campeonato.

Para a armadora Babi, uma das maiores campeãs da História da Liga ao lado de Karla, com 5 títulos, o espírito da equipe segue o mesmo: vencer.

"Acredito que essa temporada será mais disputada. O nível subiu, então o desejo pelo título só aumenta e os desafios também são maiores. Se queremos esse título, temos que nos preparar mais e isso tem que começar hoje, jogo a jogo. O adversário de hoje é forte, se manteve, está entrosado e jogará em casa. Temos que entrar muito mais concentradas para conseguirmos iniciar com vitória", disse a jogadora.

O SESI Araraquara também economizou nas contratações para a nova temporada - trouxe apenas o reforço da jovem ala Julia Schmauch, de 19 anos, que estava no Osasco. O período de inscrições se encerra ao final do primeiro turno.

Apesar do pouco tempo de vida, as duas equipes já acumulam confrontos pelo Campeonato Paulista de 2018. Foram rivais nas semifinais, quando as campineiras venceram de virada, fazendo valer seu mando de quadra.

Com dez equipes, a edição de 2019 da LBF iguala-se à temporada 2014/15 com o número recorde de participantes. As oito melhores classificadas da 1ª fase - jogada em dois turnos - seguem para os playoffs de quartas de final. Até as semifinais, as séries serão decididas em melhores de três jogos. Nas Finais, será melhor de cinco.

Diversas novidades foram anunciadas para o campeonato, como o Troféu de MVP em cada partida, a entrada de crianças com a equipe mandante para a execução do Hino Nacional, o novo papel das mascotes ao levar a bola para o início do jogo e o Arremesso premiado, que poderá presentear com uma bola oficial do campeonato o torcedor que for escolhido para arremessar do meio da quadra.

Para o presidente da Liga de Basquete Feminino, Ricardo Molina Dias, esta será "a Liga mais equilibrada e mais emocionante de todas".

No sábado (9), o campeonato segue com a estreia de Pró-Esporte/Sorocaba e Ituano, às 16 horas (Brasília), no ginásio Gualberto Moreira, em Sorocaba, também no interior paulista. O restante da primeira rodada será disputado a partir da próxima quinta-feira, com mais três partidas até sábado, 16.

 

Deixe seu comentário