Gazeta Esportiva |

Gasol comanda virada da Espanha e garante vaga nas Olimpíadas

Em Basquete, Mais Esportes, Olimpíadas 2016
Atualizado em 17/09/2015 - 18:19:56 Compartilhe
São Paulo , SP
Pau Gasol concorre a MVP do Europeu de basquete (Foto:  Emmanuel Dunand/AFP)
Pau Gasol concorre a MVP do Europeu de basquete (Foto: Emmanuel Dunand/AFP)

Em duelo equilibrado, a Espanha eliminou a França de virada na semifinal do Campeonato Europeu de Basquete na tarde desta quinta-feira e garantiu uma vaga nas Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. A partida, que terminou em 80 a 75, foi realizada no Stade Pierre-Mauroy, em Lille, na França, e precisou ser decidida na prorrogação.

A vitória em quadra não teria sido possível sem a grande atuação de Pau Gasol. Candidato a MVP da Euro, o pivô do Chicago Bulls se destacou pela marcação de 40 pontos, 11 rebotes e uma assistência, além de ter sido o principal atleta na virada da equipe no último quarto.

Finalista em Londres 2012, a Espanha amargou três vices em Olimpíadas e busca o título inédito no Rio de Janeiro.

Lituânia e Sérvia decidem o outro finalista do torneio em duelo programado para a tarde desta sexta-feira, que também vale uma vaga nos Jogos Olímpicos de 2016. Os classificados entre 3º e 7º lugares disputarão o torneio Pré-olímpico.

Duelo entre França e Espanha foi parelho do início ao fim (Foto: Emmanuel Dumand/AFP)
Duelo entre França e Espanha foi parelho do início ao fim (Foto: Emmanuel Dumand/AFP)

O jogo – A partida foi bem equilibrada. A Espanha saiu na frente (2-0), mas a França conseguiu a virada (6-4) com boas marcações de Nando de Colo e conseguiu a dianteira até o fim do período (20-17). Os franceses seguraram certa diferença durante o segundo quarto e precisaram da “gordura” acumulada no início para se manter à frente no placar. Os espanhois reagiram com Pau Gasol e Rudy Fernández, marcando 15 pontos contra 13 dos rivais e diminuindo para 32-33.

O terceiro quarto manteve o ritmo apertado. O placar chegou a se igualar em 39-39, mas de Colo conseguiu desempatar logo na sequência. Pelo lado da França, o ala Nicolas Batum ficou encarregado das melhores oportunidades em quadra e ajudou sua equipe a abrir uma vantagem maior ao longo da partida. O período terminou em 56-48 para os franceses, e o placar teria sido mais elástico a seu favor não fossem as intervenções de Gasol, principal nome da Espanha na disputa.

O equilíbrio entre as seleções ficou ainda mais evidente no último quarto. Valendo não só a vaga na final, mas também a disputa das Olimpíadas em 2016, os espanhois cresceram em quadra e emendaram uma série de marcações seguidas, virando o placar a seu favor (64-63). Batum conseguiu uma cesta de três pontos e deixou tudo parelho novamente a 14 segundos do fim (66-66). A definição do vencedor da partida sobrou para a prorrogação.

O tempo extra iniciou com um belo rebote de Rodríguez pela Espanha (68-66). A França virou, viu o empate chegar e, pouco depois, acabou sofrendo uma virada. Fazendo jus às expectativas por parte da seleção espanhola, Gasol pontuou três vezes seguidas e assegurou a vantagem no placar a quinze segundos do fim do jogo. Batum ainda teve três lances livres para tentar empatar, mas desperdiçou todos. Gasol, mais uma vez, fez o seu (80-75) e garantiu a vitória para sua equipe.

Espanha conseguiu virada sobre França na tarde desta quinta-feira (Foto: Emmanuel Dumand/AFP)
Espanha conseguiu virada sobre França na tarde desta quinta-feira (Foto: Emmanuel Dumand/AFP)

Comente