Atletismo/São Silvestre

Ayalew revê São Paulo “muito amorosa” seis anos após primeiro título

Helder Júnior e André Sender - São Paulo, SP - Brasil
31/12/2014 12:58:00

Em: Atletismo, Corrida Internacional de São Silvestre, Mais Esportes

A etíope Ymer Wude Ayalew acha que existe amor em São Paulo. Campeã da São Silvestre em 2008, ela voltou a receber o carinho do público brasileiro nas ruas da capital paulista para vencer também no último dia deste ano.

“Em 2008, fiz uma prova muito boa. Em 2011, fiquei na segunda colocação, mas também gostei. A população de São Paulo é muito amorosa. Adoro estar aqui”, comentou timidamente Ayalew, que só fala amárico (idioma oficial da Etiópia) e contou com a ajuda de seu compatriota Dawit Admasu (campeão da prova masculina) para se fazer entender.

Ayalew não foi a única africana entusiasmada com o afeto da população de São Paulo. Terceiro colocado entre os homens, Fabiano Joseph Naasi, da Tanzânia, surpreendeu-se com a recepção que teve ao longo dos 15km da São Silvestre.

“Foi a minha primeira vez aqui e estou bastante feliz. Gostei muito das pessoas do Brasil, que me incentivaram enquanto eu corria. Diziam: ‘Go, go, go! Very fast!’. Isso não acontece em outros lugares, em que o povo se afasta. Por isso, obrigado a todos daqui”, discursou Naasi, ouvindo até aplausos por causa de suas palavras.

Etíope brindou com a população paulista o seu segundo título na São Silvestre
Etíope brindou com a população paulista o seu segundo título na São Silvestre – Credito: Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Apesar de aprovar o calor dos torcedores, os atletas africanos não gostaram da alta temperatura em São Paulo. Todos reclamaram bastante, inclusive a campeã. “A corrida foi muito difícil por causa do clima. Nas outras vezes em que vim para cá, também estava bastante quente”, lamentou Ayalew, sem perder a gratidão pelos paulistas. “Muito obrigado a todas as pessoas de São Paulo”, repetiu.

Veja os resultados da 90ª edição da São Silvestre:

Masculino

1: Dawit Admasu (Etiópia) – 45min04s
2: Stanley Koech (Quênia) – 45min05s
3: Fabiano Naasi (Tanzânia) – 45min10s
4: Mark Korir (Quênia) – 45min19s
5: Giovani dos Santos (Brasil) – 45min22s
6: Cybrian Kimurgor Kotut (Quênia) – 45min27s
7: Damião Ancelmo de Souza (Brasil) – 46min10s
8: Joseph Tiophil Panga (Tanzânia) – 46min27s
9: Tariku Bekele (Etiópia) – 46min30s
10: Ederson Vilela Pereira (Brasil) – 46min37s

Feminino

1: Ymer Wude Ayalew (Etiópia) – 50min43s
2: Netsanet Gudeta Kebede (Etiópia) – 50min46s
3: Priscah Jeptoo (Quênia) – 51min29s
4: Feyse Tadese Boru (Etiópia) – 52min31s
5: Delvine Relin Meringor (Quênia) – 52min34s
6: Nancy Jepkosgei Kipron (Quênia) – 52min50s
7: Failuna Abdi Matanga (Tanzânia) – 53min15s
8: Joziane da Silva Cardoso (Brasil) – 53min18s
9: Sueli Pereira da Silva (Brasil) – 53min36s
10: Layesh Tsige Abebaw (Etiópia) – 54min07s