Após sucessivos incidentes, Ocon e Pérez garantem fim de briga

São Paulo, SP

31-08-2017 15:05:32

A dupla de pilotos da Force India não vinha se entendendo dentro das pistas. O último episódio foi a colisão entre Sérgio Pérez e Estaban Ocon no GP da Bélgica do último fim de semana, quando o mexicano fechou o companheiro, deixando-o muito próximo de bater no muro. Após o incidente, a equipe tomou atitudes para evitar batalhas entre ambos no futuro, inclusive com ameaças de descartar um dos dois caso haja novos toques.

Alguns dias depois, os pilotos, já na Itália para a próxima corrida, tiveram algumas conversas e, ao que tudo indica, colocaram um "ponto final" na briga entre eles. Pérez disse ter procurado Ocon nesta quinta-feira para esclarecer as coisas.“Fui à sala de Esteban e conversamos. Os engenheiros tiveram a opinião deles sobre o que aconteceu. Não faz sentido analisar cada um dos incidentes, já que cada um tem uma opinião, então simplesmente dissemos ‘vamos seguir em frente juntos. Vamos nos esquecer do passado e seguir em frente’.", afirmou o mexicano.

Leia mais:

Alonso prevê “desafio complicado” em Monza, mas elogia fãs italianos

Companheiro de equipe, Rossi ressalta importância de Alonso na Indy

Pérez ainda se mostrou confiante quanto a manter uma relação com o francês a partir de agora: “Sabemos que erramos no passado para a equipe e minha meta principal é não pensar em fugir. Acho que ainda é possível trabalhar com Esteban. Essa pode ser uma parceria de sucesso e não estou pensando em ir a lugar algum”, disse o mexicano.

Ocon também admitiu que eles passaram dos limites e que não podem fazer isso de novo. “Precisamos seguir em frente. Conversamos pela manhã (desta quinta), somente nós dois, e é hora de esquecermos de tudo e trabalhar para a equipe. Isso é o mais importante e o que eles merecem: que nós nos comportemos como profissionais. Queremos continuar desafiando os outros, forçando a equipe para manter esse quarto lugar no final.”

O francês espera ainda que um bom comportamento de ambos possa fazer com que a Force India os deixe competir um contra o outro no futuro: “Precisamos conquistar a confiança dos chefes de volta e, então, aí talvez eles nos deixem correr novamente”.

Pérez acrescentou que o mais importante é não perder pontos daqui para frente: "Vemos que outras equipes estão se aproximando, então, definitivamente, precisamos pontuar, especialmente em pistas em que somos fortes, como Spa e Monza. Precisamos extrair o máximo do carro, é assim que vamos fazer, e temos de garantir que façamos isso da forma adequada".

Deixe seu comentário