Gazeta Esportiva |

Após mentir para aparecer em livro, diretora do COB pede demissão

Em Bastidores, Mais Esportes, Olimpíadas 2016
Publicado em 01/10/2015 18:39:18 Compartilhe
São Paulo , SP
Paquelet (Foto: Divulgação/COB)
Christiane Paquelet mentiu ser atleta olímpica para fazer parte de um livro (Foto: Divulgação/COB)

A diretora cultural do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) Christiane Paquelet pediu demissão do cargo nesta quinta-feira, depois de ter mentido para ter seu nome publicado no livro “Atletas Olímpicos Brasileiros”, da psicóloga e pesquisadora Katia Rubio, obra que reúne todos os competidores que representaram o Brasil na história dos Jogos.

Ex-nadadora, Paquelet afirmou que teria participado das Olimpíadas de Munique, em 1972. O fato, porém, foi negado pelas próprias atletas da equipe de natação da época, que descartaram a presença de Christiane na equipe.

Em nota oficial, o COB afirmou que Paquelet confirmou a mentira, e que deixou “por iniciativa própria” o cargo, que ocupava desde 2002.

Confira a nota na íntegra:

O Comitê Olímpico do Brasil (COB), a respeito do depoimento prestado por Christiane Paquelet à pesquisadora Katia Rubio para o livro “Atletas Olímpicos Brasileiros”, vem a público informar:

– Christiane Paquelet admite que não compareceu aos Jogos Olímpicos de Munique 1972, não sendo, portanto, atleta olímpica e, por esse motivo, já apresentou suas desculpas à Professora Katia Rubio;

– Por iniciativa própria, ela deixou o cargo de Diretora Cultural, não tendo mais, a partir de hoje, vínculo com o COB.

Comitê Olímpico do Brasil

Comente