"Timão Warriors": Balbuena brinca e compara elenco com craques da NBA

Tomás Rosolino - São Paulo,SP

12-06-2017 12:23:13

Para defensor, Jadson faz uma função no clube semelhante à de Curry

O zagueiro Balbuena e o volante Gabriel são dois fãs de basquete, mais especificamente da NBA, liga americana do esporte, que vive seus momentos decisivos. Na expectativa para acompanhar o jogo 5 da final entre Cleveland Cavaliers, time preferido do volante, e Golden State Warriors, equipe que agrada grande parte do elenco, o paraguaio chegou a comparar as funções dos "guerreiros" com as exercidas no Timão.

"Curry é o Jadson, armador, Durant é o Jô", começou o defensor, associando a dupla aos atletas de maior destaque de Golden State, ambos já eleito como os melhores de uma temporada da NBA (o ala Kevin Durant em 2014 e o armador Stephen Curry em 2015 e 2016). Na hora de se encaixar, porém, ele não fez questão de associar seu futebol a outros nomes famosos, como Klay Thompson e Draymond Green, ambos também convocados para o Jogo das Estrelas.

"Tem eu e o Romero que somos o Pachulia (risos), mais fraco", avaliou Balbuena, citando o pivô georgiano Zaza Pachulia, único titular que não integra o rol de grandes estrelas. Na verdade, é motivo de piada em algumas ocasiões pelas suas dificuldades com a bola. "Tem ainda o Pablo que é o Iguodala, mais físico...", enumerou o camisa 4, antes de ser questionado sobre quem seria o LeBron James, principal astro dos Cavaliers, que tentam reverter uma desvantagem de 3 a 1.

"LeBron já é mais complicado, é o melhor da história", brincou o meio-campista Gabriel, que só tem Kazim ao seu lado como fã do time do estado de Ohio. "Vou torcer para o Cavs ganhar, o Balbu está torcendo contra. A pressão está para gente, são três partidas para ganhar uma", avaliou o jogador, antes da dupla chegar a uma conclusão. "O nosso conjunto é de LeBrons", concordaram.

O exaltado grupo provavelmente assistirá ao embate desta segunda-feira, a partir das 22h (de Brasília), na Oracle Arena, em Oakland, que pode dar o título ao Golden State. Com três vitórias contra uma dos Cavaliers, de LeBron James, o time precisa apenas do triunfo para assegurar a segunda conquista nos últimos três anos.

Deixe seu comentário