Rodriguinho se diz frustrado com Seleção, mas não perde esperanças

Helder Júnior - São Paulo , SP
15/03/2018 18:10:10

Em: Campeonato Paulista, Corinthians, Futebol
Rodriguinho completou 150 jogos pelo Corinthians na vitória sobre o Deportivo Lara (foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

O goleiro Cássio e o lateral direito Fagner não eram os únicos jogadores do Corinthians que estavam ansiosos pela mais recente convocação do técnico Tite. O meia Rodriguinho, com menos chances de ser chamado do que os seus companheiros, também tinha expectativas de participar dos amistosos contra Rússia e Alemanha, no final de março.

“Frustrado é a palavra certa”, afirmou Rodriguinho, nesta quinta-feira, três dias após Tite convocar apenas Fagner do plantel corintiano. “Quando se cria expectativa para uma coisa que não acontece, você fica triste e frustrado. Mas, algumas horas depois da convocação, a primeira coisa que fiz foi me motivar. Preciso trabalhar para estar na próxima lista. Tento levar por esse lado”, acrescentou.

A próxima lista será a definitiva para a Copa do Mundo. Ainda com dúvidas, Tite mencionou os nomes de diversos armadores cotados a disputar o torneio na Rússia – entre eles, o de Rodriguinho. Já Cássio vinha sendo chamado com frequência para o posto de terceiro goleiro, mas acabou preterido por Neto, do Valencia, agora. Fagner, por fim, venceu a concorrência de Danilo, do Manchester City, na última convocação.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Rodriguinho avisou repetidamente que tem se dedicado ainda mais nos jogos do Corinthians para convencer Tite de sua utilidade à Seleção Brasileira. “Preciso trabalhar muito e fazer acontecer para sonhar com a Copa do Mundo. É um sentimento pessoal bastante forte. Conhecendo o Tite, sei que preciso manter um alto nível de intensidade, tentando melhorar a cada jogo, com regularidade. Assim, ele pode ver alguma coisa que me faça estar lá”, ambicionou.

Rodriguinho ficou até meio aéreo após falar sobre o sonho de disputar um Mundial pelo Brasil. “Qual era mesmo a pergunta? Eu estava pensando em outra coisa”, disse, assim que acabara de responder sobre a Seleção. Pelo Corinthians, o meia segue em alta. Ele alcançou a marca de 150 jogos pelo clube na vitória por 2 a 0 sobre o Deportivo Lara, na quarta-feira, pela Copa Libertadores da América, e foi homenageado pela diretoria.




  • Chico Guru

    SE OS GALINHAS PRETAS ACHAM QUE O VERDÃO NÃO TEM MUNDIAL O RODRIGUINHO E O CASSIO MÃO DE ALFACE TAMBÉM NÃO VÃO TER. SÓ FORAM CONVOCADOS NOS AMISTOSOS PARA VER SE SERIAM VALORIZADOS LÁ FORA MAS COMO NINGUEM QUIZ, ACABOU hehehe